Pesquisam opiniões, preços e informações na internet: o que fazem os portugueses antes de comprar online?

Inquérito sobre e-commerce realizado em parceria entre o Portal da Queixa e a empresa Netquest, quis perceber quais são os comportamentos dos portugueses na hora de comprar online, o que pesquisam e onde, e se são influenciados na decisão de compra.

Mais de metade dos portugueses utilizam a internet para pesquisa de opiniões, preços e informações, de acordo com um inquérito sobre e-commerce realizado em parceria entre o Portal da Queixa e a empresa Netquest. Dos mais de 5 mil inquiridos, 53% afirmam que consultam “sempre” as opiniões de outros clientes na internet antes de fazerem compras online e só 3% “nunca” consultaram nenhum tipo de informação antes de realizar o mesmo procedimento.

Antes de fazerem as compras online, oito em cada dez dos inquiridos optam por comparar preços ou funcionalidades, bem como a opinião de outros consumidores em sites e plataformas, como o Portal da Queixa, sendo que os homens comparam mais os produtos e serviços do que as mulheres, mas procuram menos as opiniões de outros consumidores.

O mesmo número de consumidores do ponto anterior consultam informação, antes da compra online em motores de busca. Mais de metade usa o site da marca ou comparadores de preço, enquanto que quatro em cada dez utilizam o Portal da Queixa.

Os homens são quem mais utiliza os comparadores de preço, enquanto as mulheres destacam o uso do Portal da Queixa e das redes sociais.

Recomendadas

Base de dados de matrículas deverá revelar que veículos não têm seguro

A ASF tem fortalecido o trabalho com as seguradoras para melhorar a fiabilidade da informação com as entidades públicas que disponibilizam informação sobre os carros, referiu esta sexta-feira Margarida Corrêa de Aguiar.

Receia entrar em incumprimento bancário? Conheça o PARI e evite complicações

O PARI (Plano de Ação para o Risco de Incumprimento) consiste num conjunto de procedimentos, obrigatórios por parte dos bancos, com a finalidade de prestar apoio ao cliente bancário e de evitar situações de incumprimento. Fique a saber tudo sobre esta medida que visa contribuir para uma relação mais próxima e bem informada entre a instituição financeira e os seus clientes.

Quer cancelar um débito direto? Veja as 3 formas possíveis

Autorizar um débito direto pode ser bastante útil para pagamentos rotineiros, pois permite que a entidade à qual tem de pagar o serviço retire o dinheiro automaticamente da sua conta, não tendo de se preocupar com datas e prazos para pagar. Mas sabia que pode cancelar um débito direto? Veja como, neste artigo.
Comentários