Pinterest atrai investidores e preço das ações sobem 25% com a entrada em bolsa

A Pinterest conseguiu superar a avaliação de 2017, que valorizava a empresa em 12 mil milhões de dólares. Depois do IPO, a empresa tem uma capitalização bolsista de 15,8 mil milhões de dólares

A plataforma Pinterest, de partilha de imagens, estreou-se esta quinta-feira em bolsa, com as ações a valorizarem 25% na Bolsa de Nova Iorque. Este aumento fez com que a empresa, especialista em fotografias de casamento, design e moda, alcançasse uma capitalização bolsista de 15,8 mil milhões de dólares (14,1 mil milhões de euros) à empresa, e sinalizou a atração de novos investidores, noticiou a agência Reuters.

O Pinterest conseguiu superar a avaliação de 12 mil milhões de dólares (10,7 mil milhões de euros), que lhe foi dada em 2017, quando comandou a última ronda de captação de recursos.

Foram colocadas  75 milhões de ações a um preço unitário de 19 dólares (16 euros), um valor acima do esperado pela Pinterest. Assim, a empresa conseguiu arrecadar 1,4 mil milhões de dólares (1,3 mil milhões de euros).

O modelo de negócio da Pinterest assemelha-se ao das outras redes sociais, uma vez que depende das receitas publicitárias. Criada em 2010, a empresa ganha dinheiro através dos anúncios que estão colocados entre os “pins” – que permitem ao utilizador guardar uma publicação – ou nas publicações que os utilizadores colocam na plataforma.

A oferta pública inicial foi assinada por uma equipa de 12 membros, onde se incluem os bancos de investimento Goldman Sachs e o JP Morgan.

Com a entrada em bolsa da Pinterest, as tecnológicas norte-americanas prosseguem o seu caminho de abertura de capital. Recentemente, a Lyft, a rival da Uber nos Estados Unidos e no Canadá, entrou em bolsa. Seguir-se-á a Uber, fundada em São Francisco por Travis Kalanick e poderá tornar-se numa das maiores IPO de sempre, superando a da Alibaba em 2014, levantando 25 mil milhões de dólares.

IPO: as quatro tecnológicas que vão ‘assaltar’ os mercados este ano

 

Ler mais

Relacionadas

Japonesa Rakuten prevê ganhar 990 milhões de dólares com a Lyft

Na estreia em Bolsa, a capitalização da empresa rondou os 22,2 mil milhões de dólares (19.79 mil milhões de euros).

Uber prepara entrada em bolsa no valor de 10 mil milhões de dólares

Está a chegar o maior IPO do ano. A empresa de transporte de passageiros quer começar a negociar no próximo mês de maio e vai entregar o registo ao regulador do mercado norte-americano já amanhã.
Recomendadas

Autoeuropa investe 103 milhões na modernização da fábrica de Palmela em 2020

“Investir na fábrica é investir nas nossas pessoas, na nossa região e no nosso país. Com a nova linha de corte nas prensas e a automatização do armazém de logística interna aceleramos o futuro”, refere a empresa do grupo Volkswagen.

Observatório de turismo do Algarve vai integrar rede mundial da OMT

O reconhecimento do observatório regional pela OMT acontecerá dia 23, na próxima quinta-feira, durante a FITUR, a feira de turismo de Madrid à qual o Algarve regressa este ano e onde se promoverá de 22 a 26 de janeiro.

Banco de Portugal adopta ‘energia verde’ nos seus edifícios

“A transição para a nova forma de consumo de energia deverá estar concluída ainda durante o primeiro trimestre deste ano. Com esta medida, o Banco tem como objetivo reduzir a sua pegada de carbono”, explica a instituição
Comentários