Politécnico de Santarém lança curso pioneiro para pessoas com deficiência intelectual

O curso Literacia Digital para o Mercado de Trabalho arranca este ano e é um exemplo de desmistificação da empregabilidade da pessoa com deficiência no ensino superior em Portugal.

Arranca este ano letivo 2018/2019 na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém um curso pioneiro em Portugal para pessoas com deficiência intelectual. Literacia Digital para o Mercado de Trabalho não confere grau, mas responde a todas as directivas do Conselho Nacional de Educação, o que lhe dá certificação legal.

O curso pretende “colmatar uma lacuna na oferta formativa em Portugal, minimizando a falta de formação profissional adaptada”.

Os critérios de seleção incluem a apresentação de um atestado de incapacidade igual ou superior a 60%, ter competências básicas mínimas ao nível da leitura e da escrita e competência média/alta em termos de sociabilidade. Os candidatos serão ainda submetidos a uma entrevista de avaliação psicopedagógica.

O lançamento deste modelo de formação inclusiva em contexto de ensino superior valeu à Escola Superior de Educação de Santarém o primeiro prémio no Seminário Internacional “Educação Inclusiva – atitudes que transformam”, que decorreu nos dias 14 e 15 de setembro, em Lisboa. O trabalho “Literacia Digital para o Mercado de Trabalho – uma formação no ensino superior para jovem com dificuldade intelectual e desenvolvimental” é da autoria de Maria Potes Barbas, Isabel Piscalho, Cristina Novo, Helena Luís, Carla Bastos, Nádia Lopes e Mário José.

A ESES, em conjunto com a Associação Incluir e a APPACDM de Santarém, conseguiu ainda o 2.º lugar com o trabalho “Projeto Sou, Consigo e Faço – A inclusão profissional das pessoas com deficiência no mercado de trabalho”.

Recomendadas

Quanto custa pagar e fazer transferências com MB Way?

Face aos novos custos do MB Way, em algumas situações pode compensar mais pagar com recurso a cartões bancários. Mesmo nos pagamentos com cartões de crédito, a verdade é que estes possuem um período sem juros e muitos nem anuidade têm. É uma questão de fazer as contas.

IAD ou ITP, qual destes seguros de vida deve escolher?

Se pedir um crédito habitação vai notar que será obrigatório contratar um seguro de vida (seja o da própria instituição financeira ou mesmo o de uma outra seguradora) – muitos bancos até fazem deste requisito uma forma de o cliente ficar com um spread mais apelativo. Porém, existem dois tipos de seguros de vida: IAD ou ITP. Descubra qual deve contratar consoante o seu perfil.

Preços de venda e real valor das casas estão desajustados

A aquisição de casa própria é, normalmente, o maior investimento efetuado por uma família e geralmente o preço que pagam não é adequado ao valor real do imóvel. Uma correta avaliação do imóvel a adquirir é fundamental para decidir a compra de casa.
Comentários