Porto vai ultrapassar a centena de hotéis

O Grande Hotel de Paris, com 140 anos, virá o seu tamanho quase duplicar.

A cidade do Porto vai em breve ultrapassar a centena de unidades hoteleiras. Nos próximos dois anos deverão ser inaugurados, pelo menos, mais dez hotéis na ‘Invicta’, que se juntam aos atuais 88 registados pelo Registo Nacional de Turismo.

Pensão Monumental, Pestana Douro Palace ou Neya Porto Hotel ou Brasileira são alguns dos exemplos apresentados na edição desta terça-feira do Jornal de Notícias. De acordo com o JN, até os hotéis mais antigos da cidade têm aplaudido o boom turístico do Porto, como é o caso do Grande Hotel de Paris, com 140 anos, que virá o seu tamanho quase duplicar.

Segundo disse, recentemente, à agência Lusa, a diretora interina da Promoção Externa da Associação de Turismo do Porto e Norte (ATP), Sandra Lorenz, a sazonalidade turística no Norte vai ser combatida em 2018 com um investimento de meio milhão de euros em ações de promoção em mercados como China, Canadá ou Brasil.

“Numa aposta clara de promover a região [Norte] em mercados que nos possibilitam um crescimento sustentado e um combate à sazonalidade da procura do destino”, em 2018 prevê-se que a ATP invista na promoção externa um “valor superior” ao investido em 2017, que se cifra em “cerca de 400 mil euros”, explicou.

Relacionadas

Ocupação hoteleira nos 92% na Madeira

A plataforma Tourism Monitors diz que existiu uma subida de 1,2%, em setembro, face ao período homólogo.

PortoBay abre três novos hotéis no Porto, Funchal e Algarve

António Trindade, presidente e CEO do operador hoteleiro madeirense, adianta que o grupo vai fechar 2017 com uma faturação de 80 milhões.
Recomendadas

María Dolores Dancausa diz que Bankinter não vai entrar em fusões

Em Portugal também não está previsto o Bankinter fazer mais aquisições. A presidente do banco espanhol garantiu que “estamos centrados no crescimento orgânico e rentável”.

Lucros do Bankinter caíram 42% para 317 milhões em 2020

O resultado líquido do Grupo Bankinter em 2020 foi de 317,1 milhões de euros, menos 42,4% do que em 2019, devido a 242,5 milhões de provisões Covid-19. Em Portugal resultado cai 31%, mas o crédito subiu 7% e os recursos 6%.

Desafios aos quais as organizações devem responder

É importante que os líderes atuem como agentes de mudança e articulem claramente as vantagens para a elevada satisfação no trabalho, incluindo a formação das chefias nas suas responsabilidades essenciais.
Comentários