Portugal com mais 73 mortes e 6.087 casos confirmados de Covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza este sábado mais 73 mortes relacionadas com a Covid-19 e 6.087 novos casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Portugal contabiliza este sábado mais 73 mortes relacionadas com a Covid-19 e 6.087 novos casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já lamentou 4.876 óbitos resultantes dos 318.640 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus. Estão, este sábado, ativos 73.561 casos, menos 151 do que no último boletim.

Relativamente aos internamentos hospitalares, a informação epidemiológica da DGS revela que estão internados 3.229 doentes nos hospitais nacionais, o que significa menos 66 do que no dia anterior. Destes, 517 encontram-se em unidades de cuidados intensivos, mais nove do que na sexta-feira.

Recomendadas

Pais com direito a 66% do salário para ficar em casa a tomar conta de crianças até 12 anos

Os pais que não estejam em teletrabalho vão ter direito a faltas justificadas para ficar a cuidar dos filhos durante os 15 dias em que as escolas vão estar fechadas. Estes 66% correspondem ao salário bruto, com 33% a ser pago pela empresa e 33% pelo Estado, excluindo subsídios e complementos. Quem auferir o salário mínimo, tem sempre direito ao valor total de 665 euros.

Costa anuncia fecho das lojas do cidadão e suspensão dos prazos para processos judiciais não urgentes para os próximos 15 dias

Relativamente aos serviços públicos, o chefe do Governo anunciou que irão manter-se “exclusivamente em funcionamento o atendimento por marcação nos demais serviços”.

Covid-19: Portugal comprou doses de vacinas suficientes para mais de 18 milhões de pessoas

Portugal já adquiriu 31 milhões de doses de vacinas para inocular os cidadãos contra o novo coronavírus. Ministério da Saúde explica que as 800 mil doses adicionais da vacina da Moderna não foram compradas porque seriam entregues apenas no final do ano.
Comentários