Portugal emite até 260 milhões de dívida em moeda chinesa na próxima semana

O Governo português recebeu esta terça-feira, 21 de maio, o certificado final da CMVM chinesa para realizar esta emissão.

Cristina Bernardo

Portugal vai aos mercados emitir dívida em moeda chinesa na próxima semana. A emissão desta dívida conhecida como “panda bonds” vai ter lugar no dia 30 de maio, quinta-feira.

O Governo português recebeu esta terça-feira, 21 de maio, o certificado final do regulador de mercado chinês, a CMVM chinesa, para realizar esta emissão.

O montante a colocar são dois mil milhões de renminbi (cerca de 260 milhões de euros), apurou hoje o Jornal Económico.

Pelo Governo português, esta operação está a ser conduzida pelo secretário de Estado Adjunto e das Finanças Ricardo Mourinho Félix.

Se a emissão inaugural correr bem, poderão seguir-se mais operações de “panda bonds”. Esta emissão reveste-se de especial importância pois o mercado chinês conta com uma elevada liquidez, com muito investidores.

Esta porta de entrada na China vai permitir assim a Portugal diversificar a sua base de financiamento.

 

 

 

 

Ler mais
Recomendadas

China e Estados Unidos afogam Wall Street em onda vermelha

No índice tecnológico Nasdaq, apenas dois títulos fecharam em terreno positivo. A história agravou-se no industrial Dow Jones onde apenas uma cotada sobreviveu à fúria vermelha que abalou a bolsa norte-americana.

BCP volta a cair. Bolsas da Europa em queda por causa das tarifas chinesas

Novas tarifas da China aos EUA fazem tombar os mercados. As ações descem mais de 1% e o petróleo cai 3%. Em Portugal o BCP destaca-se por cair quase 3%.

Powell não sacia curiosidade sobre novo corte de juros

Presidente da Reserva Federal norte-americana considerou que a economia norte-americana está num bom momento, no entanto, reconheceu que as incertezas provocadas pela guerra comercial colocam um novo “desafio” à ação do banco central.
Comentários