Portugal emite até 260 milhões de dívida em moeda chinesa na próxima semana

O Governo português recebeu esta terça-feira, 21 de maio, o certificado final da CMVM chinesa para realizar esta emissão.

Cristina Bernardo

Portugal vai aos mercados emitir dívida em moeda chinesa na próxima semana. A emissão desta dívida conhecida como “panda bonds” vai ter lugar no dia 30 de maio, quinta-feira.

O Governo português recebeu esta terça-feira, 21 de maio, o certificado final do regulador de mercado chinês, a CMVM chinesa, para realizar esta emissão.

O montante a colocar são dois mil milhões de renminbi (cerca de 260 milhões de euros), apurou hoje o Jornal Económico.

Pelo Governo português, esta operação está a ser conduzida pelo secretário de Estado Adjunto e das Finanças Ricardo Mourinho Félix.

Se a emissão inaugural correr bem, poderão seguir-se mais operações de “panda bonds”. Esta emissão reveste-se de especial importância pois o mercado chinês conta com uma elevada liquidez, com muito investidores.

Esta porta de entrada na China vai permitir assim a Portugal diversificar a sua base de financiamento.

 

 

 

 

Ler mais
Recomendadas

Tecnologia anima Wall Street, que aguarda decisões da Fed

Os títulos da rede social Facebook fecharam com um disparo de 4,24%, para 189,01 dólares. Os investidores estão ainda atentos aos resultados trimestrais da Oracle e da Adobe.

Um ministro das Finanças e um orçamento comum, as receitas de Blanchard para a Zona Euro

O antigo economista-chefe do FMI traçou o caminho para uma política monetária e orçamental mais coordenada para a zona euro. Além da criação de um posto de ministro das Finanças, Olivier Blanchard disse que é essencial agilizar as políticas sobre o défice e sugeriu um orçamento comunitário comum.

Energia e Altri põem PSI 20 a cair mais de 1%

As praças de Lisboa, Madrid e Amesterdão destoaram do ‘verde’ das suas principais congéneres da Europa.
Comentários