Portugal foi o 15.º destino turístico mundial em 2019

O barómetro da Organização Mundial do Turismo mostra que o país subiu duas posições no ‘ranking’ global de chegadas de turistas internacionais. Em relação às receitas turísticas, Portugal situava-se em 20º lugar – uma posição que já ocupava em 2018 – com 18,4 mil milhões de euros.

Portugal tornou-se o 15º destino turístico mundial em 2019, tendo subido duas posições no ranking da Organização Mundial do Turismo (OMT), divulgado esta sexta-feira.

O barómetro de chegadas de turistas internacionais confirma que acima de Portugal ficou apenas França, Espanha, Estados Unidos, China, Itália, Turquia, México, Tailândia, Alemanha, Reino Unido, Japão, Áustria, Grécia e Malásia. No ano passado, estiveram em Portugal 24,6 milhões de turistas internacionais, o que corresponde a um crescimento de 7,9% comparativamente ao ano anterior, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em relação às receitas turísticas, Portugal situava-se em 2019 em 20º lugar – uma posição que já ocupava em 2018 – com 18,4 mil milhões de euros. Os 19 países que obtiveram mais dinheiro com o turismo no ano passado foram Estados Unidos, Espanha, França, Tailândia, Reino Unido, Itália, Japão, Austrália, Alemanha, Macau, China, Índia, Turquia, Hong Kong, Canadá, México, Áustria, Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos.

Em 2019, Espanha continuou a ser o principal mercado emissor de turistas para Portugal: 6,3 milhões de turistas – uma fatia de 25,5% – seguindo-se o Reino Unido, a França e a Alemanha.

“Estes resultados comprovam o sucesso da Estratégia Turismo 2027, reafirmando a competitividade do turismo nacional, que o 12.º lugar no Índice de Competitividade do Fórum Económico Mundial em 2019 também confirmou”, disse a secretária de Estado do Turismo.

Em comunicado divulgado pelo Ministério da Economia e da Transição Digital, Rita Marques diz que pretende que a rota de crescimento do turismo regresse e considera que se denota uma “diversificação dos mercados, com redução de 1,6 pontos percentuais do peso dos cinco principais mercados emissores para Portugal”.

Nos primeiros cinco meses de 2020, o turismo mundial sofreu uma queda homóloga de 56% nas chegadas internacionais, mas a organização garante que há sinais de recuperação que já são visíveis.

“O turismo está a mostrar sinais de mudança gradual e cautelosa da tendência verificada durante os meses de pico do verão no Hemisfério Norte, refletindo o levantamento gradual das restrições de viagens em vários países do mundo, principalmente na Europa, no regresso de vários voos internacionais e no reinício de algum mercado doméstico e intrarregional”, pode ler-se no documento (edição de julho).

Ler mais
Recomendadas

Linha de apoio a micro e pequenas empresas disponível a partir desta quarta-feira

Para se poderem candidatar, as empresas terão de apresentar uma quebra abrupta e acentuada de pelo menos 40% da sua faturação, e não poderão ter beneficiado das anteriores linhas de crédito com garantia mútua. A SPGM avisa que as empresas em dificuldades não podem ter sede em países ou regiões com regime fiscal mais favorável (‘offshore’)”.

Farmacêutica Pfizer inicia ensaio clínico com quase 30 mil participantes

A farmacêutica norte-americana Pfizer e a biotecnológica alemã BioNTech iniciaram um ensaio clínico de uma potencial vacina para a Covid-19 envolvendo cerca de 30 mil participantes, foi anunciado esta quarta-feira.

Facebook lança versão do Tik Tok através do Instagram

O Reels é a aplicação que a empresa de Mark Zuckerberg criou para fazer frente ao rival Tik Tok. O lançamento acontece dias depois sa Microsoft anunciar as negociações para adquirir as operações nos EUA da aplicação de video da ByteDance na China.
Comentários