Portugal fortifica parceria com universidades norte-americanas

O ministro Manuel Heitor passou a semana entre as Universidades do Texas, Carnegie Mellon e MIT, onde discutiu novas oportunidades no âmbito do projeto “GoPortugal”.

A abertura em fevereiro de 2019 de um concurso para financiar projetos em copromoção entre empresas e entidades não empresariais do sistema de investigação e inovação, marca o início no terreno da terceira fase das parcerias internacionais de Portugal com as universidades norte-americanas.

O anúncio do concurso foi feito em terras lusas e, também, esta semana nos Estados Unidos, durante a visita do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior às três universidades envolvidas na Global Science and Technology Partnerships Portugal: Carnegie Mellon, MIT e UT Austin.

Manuel Heitor, que se fez acompanhar dos mais altos responsáveis do sistema de investigação e inovação, entre os quais Paulo Ferrão, presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), aprofundou novas oportunidades de colaboração entre Portugal e aquelas universidades, no âmbito da parceria.

O concurso, lançado pelo Portugal2020, Agência Nacional de Inovação e FCT, tem um orçamento previsto de 18 milhões de euros e garante às empresas portuguesas o apoio de instituições de investigação e desenvolvimento nacionais e a experiência e o conhecimento das universidades norte-americanas. A meta é permitir que as empresas nacionais assegurem “o papel de dinamizadoras das redes e de projetos colaborativos”, de forma a poderem liderar “o processo de modernização do tecido económico e reforçar o ecossistema de inovação”.

Os projetos deverão igualmente contribuir para o desenvolvimento ou consolidação, se for o caso, de parcerias com investigadores da Universidade de Carnegie Mellon, do MIT e da Universidade do Texas, em Austin, em várias áreas do conhecimento.

Podem candidatar-se projetos em copromoção liderados por empresas portuguesas em parceria com entidades académicas e também portuguesas que contribuam para consolidar a iniciativa intergovernamental “Atlantic Interactions”. As candidaturas podem ser submetidas através do Balcão de Portugal 2020.

A Global Science and Technology Partnerships Portugal, conhecida pela abreviatura GoPortugal, foi rubricada em 2018 e estende-se até 2030. Tem como objetivo estimular o desenvolvimento científico e empresarial, promover a afirmação de Portugal no mundo através da valorização científica e económica de uma agenda inovadora sobre “Interações Atlânticas” e atrair financiamento nacional e internacional em diversas áreas do conhecimento.

Nesta nova fase da parceria, Manuel Heitor espera também aumentar a criação de emprego qualificado e atrair recursos humanos internacionais para Portugal.

Ler mais
Recomendadas

Conservadores de Boris Johnson terão maioria no parlamento, conclui sondagem

O estudo de opinião da YouGov aponta para que o partido ganhe 359 dos 650 lugares no parlamento britânico – o melhor resultado em mais de 30 anos.

Brexit antes do Natal: Boris Johnson promete saída antes da data

O dirigente britânico apresentou o manifesto do Partido Conservador em Telford, West Midlands, um documento de 50 páginas que é lançado a cerca de três semanas das eleições antecipadas do Reino Unido, as “mais cruciais da história moderna”, segundo Johnson.

Corbyn promete “uma posição neutra” num futuro referendo do Brexit

Num programa da BBC, na sexta-feira, Corbyn defendeu “a unidade do país e das comunidades em vez de perpetuar um debate sobre a União Europeia e o Brexit”.
Comentários