Portugal tem a maior reserva de lítio na Europa Ocidental

A descoberta foi feita na Mina do Barroso, no concelho de Vila Real, onde a empresa mineira britânica Savannah Resources garante haver pelo menos 14 milhões de toneladas de minério.

Extração de Lítio

A empresa mineira Savannah Resources descobriu em Portugal a maior reserva de espodumena (um dos minérios de onde se extrai lítio) da Europa Ocidental. A descoberta foi feita na Mina do Barroso, no concelho de Vila Real, onde a empresa britânica garante haver pelo menos 14 milhões de toneladas do minério, segundo noticia esta quinta-feira o Diário de Notícias.

“Acreditamos que a Mina do Barroso tem a maior reserva de espodumena da Europa ocidental”, refere uma nota, a que o DN teve acesso. A quantidade representa mais do dobro do estimado inicialmente pela Savannah, que iniciou os trabalhos de procura por reservas de lítio em Portugal, em maio de 2017.

“Acreditamos que a Mina do Barroso tem o potencial para ser uma peça-chave na cadeia de valor emergente do lítio na Europa, e que poderá ajudar no processo de transação das fabricantes automóveis europeias para a produção de veículos elétricos”, afirmou David Archer, CEO da Savannah, citado pelo diário.

O lítio é um metal essencial para a produção de baterias e, numa altura em que o mundo enfrenta um desafio ambiental e energético sem precedentes, o Governo português já afirmou pretender atrair investidores estrangeiros para potenciar a produção de baterias.

Em março, o secretário de Estado da Indústria disse à agência Lusa que Portugal “tem reservas de lítio muito consideráveis”, sendo mesmo “dos países do mundo que mais reservas de lítio tem”. “Estamos a dar conta do nosso potencial, porque o lítio é cada vez mais procurado, precisamente para as baterias, para a mobilidade elétrica, mas também para outros aspetos, como a indústria do vidro”, referiu então Jorge Seguro Sanches.

Portugal é um dos países líderes mundiais no campo das energias renováveis ao nível da produção de eletricidade, sendo o lítio uma das matérias-primas que podem potenciar a possibilidade de produção de baterias.

Ler mais
Relacionadas

“Portugal quer ser um dos motores do carro elétrico na Europa”, destaca imprensa espanhola

Os recursos portugueses poderão fazer do país um alvo estratégico para o setor, enquanto em Espanha, os investimentos pela procura de lítio em Cáceres estão paralisados. Imprensa espanhola assinala o contraste entre os dois países.

Portugal quer atrair investimento em lítio como energia renovável na produção de baterias

O secretário de Estado da Indústria, Jorge Seguro Sanches, está em Toronto, onde hoje vai participar na Cimeira de Ministros Internacionais de Minas, que reúne mais de 3.800 investidores presentes em 130 países.

Lítio: Portugal pode ter a sexta maior reserva do mundo

Os cálculos dos maiores especialistas internacionais do setor apontam para que Portugal tenha as sextas maiores reservas de lítio do Mundo, embora com menor teor de concentração. O trabalho do Laboratório Nacional de Engenharia e Geologia aponta para 11 áreas de potencial rentabilidade extrativa deste metal, na grande maioria localizadas a norte do Tejo.
Recomendadas

Famílias mais carenciadas vão receber 1.300 euros para aquecer as suas casas

O Governo vai distribuir este ano 56 milhões de euros às famílias portuguesas para tornarem as suas habitações mais eficientes, revela hoje o “Jornal de Notícias”.

Média não perderam importância e procura de notícias é alta, aponta estudo

De acordo com o estudo, os meios de comunicação lidaram “razoavelmente” com o digital e encontraram forma de manter um “bom nível” de desempenho, apesar dos desafios económicos, políticos e tecnológicos.

“Liga Portugal rompeu, unilateralmente, o acordo que tinha com a Betano”, acusa casa de apostas sobre naming da Liga

Em declarações remetidas ao JE a propósito da escolha da Bwin para o naming da Liga, a Betano diz não conseguir compreender “como é que a Liga Portugal rompe, unilateralmente, o acordo que tinha com a Betano e aceita uma proposta de outro investidor para o mesmo ativo sem nos ter informado”.
Comentários