PremiumPortugal Ventures e Glintt fazem parceria para acelerar startups

A tecnológica portuguesa, cotada na Euronext Lisbon, vai investir cerca de 30 mil euros para afinar negócios que possam ser complementares. A sociedade pública de capital de risco, que prepara mais ‘exits’ até ao final do ano, avaliará se as ideias são ganhadoras.

A Glintt – Global Intelligence Technologies prepara-se para investir 30 mil euros num novo programa de aceleração de startups que conta com o apoio da Portugal Ventures (PV). A sociedade pública de capital de risco estará envolvida com sessões de mentoria, integração de painéis de jurados ou e acesso a investidores.

O objetivo é que este programa seja lançado em Portugal e Espanha, no início de 2021, mas o estágio ao trabalho que será desenvolvido – sob a alçada do braço de inovação da Glintt, a Inov – foi realizado em julho através da terceira edição de um evento de pitches presenciais e online no qual a PV já esteve envolvida, ficando ‘encarregue’ de levar as suas participadas que mais se encaixariam no perfil da multinacional, ouvir os projetos que são apoiados em piloto pela Glintt, ajudar a perceber se há ideia ganhadoras e nas quais poderá estar interessada em investir.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Marques Mendes diz que CGD liderará sindicato bancário para financiar o Novo Banco

Luís Marques Mendes, revelou este domingo que a injeção do Fundo de Resolução no Novo Banco vai ser possível através do empréstimo de um sindicato bancário, que será liderado pela CGD. O comentador revelou que não houve qualquer conversa entre o BCP e o Governo para uma fusão com o Montepio. O JE confirmou que Miguel Maya não falou com João Leão sobre uma integração do Banco Montepio.

Premium“Construtoras nacionais apenas ficam com 20% das obras públicas”, diz bastonário da Ordem dos Engenheiros

O desinvestimento em pessoas e equipamentos ao longo dos últimos anos foi tão grande que apenas 20% das obras públicas lançadas ficam em empresas portuguesas, afirma Carlos Mineiro Aires.

Miguel Albuquerque diz que “a Madeira vai ultrapassar efeitos devastadores no turismo”

O presidente do Governo da Madeira mostrou-se este domingo convicto de que a região vai conseguir superar “mais este grande desafio” dos “efeitos devastadores” no setor do turismo provocado pela pandemia da covid-19.
Comentários