Posto de abastecimento na Noruega carrega carros elétricos em 10 minutos

A indústria dos postos de gasolina pode mudar com a iniciativa do país nórdico. Numa loja de conveniência em Dal, os proprietários de veículos híbridos vão ter o processo facilitado.

Na loja de conveniência Circle K da vila de Dal, na Noruega, os proprietários da próxima geração de carros elétricos poderão, dentro de alguns meses, carregar a sua bateria em apenas 10 minutos, o que corresponde a cerca de um terço do tempo que atualmente o processo demora. O espaço, localizado na comuna de Eidsvoll, a cerca de 55 quilómetros da capital norueguesa, tem um novo ‘superalimentador’ que se insere num conjunto de medidas financiadas por um grupo de fabricantes de automóveis, nos quais se inclui a BMW e a Ford.

A empresa canadiana Alimentation Couche-Tard, que detém a Circle K, está a utilizar a Noruega como país para testar a forma de responder ao boom dos veículos elétricos a nível mundial, e os novos serviços de energia e alimentação são dois dos projetos-piloto criados nesse sentido, conforme noticia a Bloomberg esta segunda-feira.

“Esta é uma tendência que continuará a crescer, então, o que é importante para nós é que se transforme com o mercado, como fizemos muitas, muitas vezes ao longo dos últimos 100 anos”, disse Jacob Schram, responsável pelas operações europeias da empresa alimentar Alimentation Couche-Tard, numa entrevista, divulgada pela agência noticiosa. “Devemos transformar-nos muito mais, esperando que o cliente venha até nós na estação”, sublinhou.

Com o objetivo de manter os clientes na Noruega, onde os veículos elétricos agora representam quase 30% das novas vendas de automóveis, a cadeia Circle K planeia até focar-se nos postos de abastecimento residenciais, no próximo ano. Isto porque, segundo Jacob Schram, 60 a 70% dos carregamentos de veículos híbridos de ligar à corrente ocorrem em casa, 20 a 30% no trabalho e em lugares públicos, e apenas 10% nos postos de abastecimento comuns.

Polémico “imposto Tesla” pode chegar aos carros elétricos da Noruega

Relacionadas

Adeus ao combustível: Japão dá a conhecer os carros do futuro

Os principais fabricantes de automóveis do Japão vão apresentar as versões futuristas de automóveis no Tokyo Motor Show, que tem início esta quarta-feira. Nissan, Toyota e Honda são três das marcas presentes.

Toyota testa veículos autónomos e comunicantes até 2020

A Toyota anunciou que iniciará até 2020 os testes a modelos autónomos, elétricos e com capacidade de comunicar com os ocupantes. O modelo base foi apresentado no CES de 2017, em Las Vegas.

Shell “abraça” eletricidade

A Shell inaugurou no Reino Unido o seu primeiro posto de carregamento rápido de elétricos, o mais recente sinal de que as grandes petrolíferas estão conscientes da importância deste novo tipo de veículos.
Recomendadas

Continental avança com programa de troca voluntária de pneus ligeiros após terem detetado falhas

O modelo de pneu afetado foi vendido a clientes em vários países, incluindo Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Alemanha, França, Itália, Holanda, Polónia, Portugal, Suíça, Espanha e Reino Unido no âmbito do negócio de equipamento de origem e substituição.

Escassez de semicondutores e novas vagas da pandemia atrasam recuperação do sector automóvel

A Crédito y Caución alerta que o setor automóvel em Portugal apresenta um alto risco de incumprimento dos seguros de risco de crédito devido à prolongada escassez de semicondutores e a possibilidade de novas vagas da pandemia de coronavírus poderiam atrasar a recuperação da produção de veículos em 2022.

Crise dos semicondutores provoca subida dos preços de carros usados em setembro

O barómetro revela que continua a subir o preço médio para o consumidor final, sobretudo a partir de agosto. SUV e Sedan são os dois tipos de veículos que registaram as maiores subidas dos preços. Ainda assim, o mesmo relatório assinala uma “estabilidade” no preço médio dos utilitários.
Comentários