“Poupar é …” Complete esta frase e ganhe “O Livro do Investimento em Valor”

No Dia Mundial da Poupança, o Jornal Económico alia-se à Casa de Investimentos, que editou o livro, para lançar um passatempo. Temos 10 exemplares para oferecer aos leitores. Basta completar a frase “Poupar é…” e enviar um email para passatempo@jornaleconomico.pt e indicar “Livro Dia Mundial da Poupança” no campo dedicado ao assunto da mensagem.

“O aumento da esperança média de vida e os desafios à sustentabilidade da segurança social tornam a poupança um elemento basilar na proteção dos rendimentos ao longo da vida”, afrase de Fernando Alexandre, Professor de Economia da Universidade do Minho, faz parte da recomendação que o economista faz à obra de Christopher H. Browne, “O Livro do Investimento em Valor”. Segundo Fernando Alexandre, “o Investimento em Valor é a melhor via para preservar e aumentar o valor da poupança”.

No Dia Mundial da Poupança, o Jornal Económico alia-se à Casa de Investimentos, que editou o livro, para lançar um passatempo. Temos 10 exemplares para oferecer aos leitores. Basta completar a frase “Poupar é…” e enviar um email para passatempo@jornaleconomico.pt e indicar “Livro Dia Mundial da Poupança” no campo dedicado ao assunto da mensagem.

As participações encerram a 6 de novembro e o anúncio dos vencedores será feito a 15 de novembro. O regulamento do passatempo está disponível no final desta notícia.

Preocupa-se com o seu dinheiro? Passe então algum tempo com Christopher Browne para compreender o que significa investir e como pode fazer um trabalho melhor nos seus investimentos, sugere o sumário do livro.

Existem muitas formas de ganhar dinheiro nos mercados de hoje, mas a única estratégia que realmente funcionou ao longo dos anos é o Investimento em Valor, que consiste em comprar ações de empresas que estão a transacionar abaixo do seu valor intrínseco com vista a lucrar com a sua performance de longo prazo.

“O Investimento em Valor funciona. Conseguiu retornos superiores a qualquer outra estratégia. Melhor que tudo, é facilmente compreensível. Como Warren Buffett disse, não são necessários mais do que 125 pontos de QI. Mais é desperdício”, salienta o resumo sobre a obra.

O autor Christopher Browne foi associado da Tweedy, Browne Company – a mais antiga gestora de patrimónios em Wall Street e que já contou, entre os seus clientes, com Benjamin Graham – durante mais de trinta anos, tendo, ao longo da sua carreira, aplicado com sucesso o Investimento em Valor, comprando ações baratíssimas pelo mundo inteiro.

Foi membro do Conselho Consultivo do programa de decisões de investimento e finanças comportamentais da John F. Kennedy School of Government, em Harvard, e Administrador da Guild Hall, um centro regional de artes e educação em East Hampton, Nova Iorque e da filial de Long Island do The Nature Conservancy. Foi Administrador da The Rockefeller University e membro do seu Comité Executivo e Comité de Investimentos.

Com “O Livro do Investimento em Valor”, Browne partilha esta estratégia de criação de riqueza de uma forma que qualquer investidor é capaz de compreender e aplicar. Mais importante, sublinha claramente a primeira regra do investimento: não perder dinheiro.

Emília Vieira, CEO da Casa Investimentos explicou que a gestora de patrimónios sediada em Braga traduziu e publicou o livro com o objetivo de divulgar a filosofia de investimento em valor e contribuir para que os investidores possam tomar decisões de investimento mais esclarecidas e ponderadas.

“O feedback que recebemos de leitores e clientes ao longo destes anos e a constatação de que nesta área continua quase tudo por fazer, motivam-nos para reforçar a nossa aposta na divulgação do conhecimento”, explicou.

REGULAMENTO DO PASSATEMPO “Poupar é …”

PASSATEMPO
1.1. O Passatempo “POUPAR É …” será promovido pel’O Jornal Económico (JE), em parceria, com a CASA DE INVESTIMENTOS – Gestão de Patrimónios e Fundos de Investimento, S.A. (CASA).

1.2. O Passatempo será divulgado nos sites do JE, categoria Economize, e da CASA, assim como nas redes sociais do JE e da CASA.

1.3. O Passatempo decorrerá entre os dias 31 de outubro e 15 de novembro de 2019. Fase de participações: entre os dias 31 de outubro e 6 de novembro de 2019. Anúncio dos vencedores será feito a 15 de novembro de 2019.

1.4. Os participantes habilitam-se a ganhar um exemplar do livro “O Investimento em Valor” da autoria de Christopher H. Browne, numa edição da CASA

1.5. Toda a documentação relativa ao Passatempo, incluindo o presente Regulamento, estarão disponíveis na página de conteúdo, alojado no site do JE.

REGULAMENTO
2.1. O presente Regulamento estabelece os termos e condições aplicáveis ao Passatempo, os quais são absolutamente determinantes para a atribuição de qualquer prémio, pelo que a respetiva preterição ou incompletude implicará sempre a exclusão dos participantes envolvidos no passatempo, sem qualquer direito a compensação, seja a que título for.

2.2. Ao participar neste Passatempo, o participante concorda com o presente Regulamento e aceita sujeitar-se ao mesmo.

2.3. Qualquer esclarecimento adicional poderá ser obtido mediante pedido escrito remetido para o correio eletrónico  passatempo@jornaleconomico.pt

PARTICIPAÇÃO
3.1. São condições de participação:

a) As frases serão assinadas pelo/a autor/a, o qual concede o direito de publicação das mesmas.
b) O limite máximo de caracteres por cada participação é de 150 caracteres incluindo espaços.
3.2. Os participantes garantem que as frases candidatas são da sua autoria, originais e inéditas, não pertencendo a terceiros nem violando direitos de terceiros, designadamente de propriedade intelectual.

3.3. A participação no Passatempo é gratuita.

PARTICIPANTES
4.1. Poderão participar no Passatempo todos aqueles que satisfaçam as seguintes condições:

a) Ser residente em Portugal Continental ou nos Arquipélagos da Madeira e dos Açores;
b) Ter idade igual ou superior a 18 anos.
c) Não ser colaborador ou membro dos órgãos sociais do JE ou da CASA.
 5. SELEÇÃO DOS VENCEDORES

5.1. As frases vencedoras, num máximo de 10, serão selecionadas por um júri composto por membros do JE e da CASA.

5.2. O JE e a CASA reservam-se o direito de selecionar um número de frases vencedoras inferior a 10.

PRÉMIOS
6.1. A cada um dos autores das 10 frases vencedoras será atribuído um exemplar do livro “O Livro do Investimento em Valor”.

6.2 O prémio é pessoal e intransmissível, não podendo ser acumulado, nem trocado por dinheiro.

6.3. Os autores das frases vencedoras:

a) serão contactados pelo JE até 15 de novembro de 2019, através do endereço de e-mail associado à participação, sendo-lhes solicitada um endereço postal, em Portugal Continental ou nos Arquipélagos da Madeira e dos Açores, para onde pretendem que seja enviado o seu prémio.
b) deverão responder ao e-mail referido em a), indicando o endereço postal solicitado, num prazo não superior a 7 dias, a partir do qual o JE e a CASA não garantem o envio do prémio.
6.4. Os livros serão enviados pelo JE para a morada indicada pelos vencedores.

DIVULGAÇÃO DOS VENCEDORES
7.1. O anúncio dos vencedores será feito a 15 de novembro de 2019, através do site do JE e da CASA e/ou outros meios que o JE e a CASA entendam por adequados,

DISPOSIÇÕES GERAIS
8.1 A participação neste passatempo implica a concordância com a totalidade deste regulamento.

8.2. O JE e a CASA reservam-se o direito de, após verificar a existência de qualquer violação do presente Regulamento ou qualquer indício de participação fraudulenta, desclassificar o participante em causa.

8.3. O JE e a CASA reservam-se ainda o direito de alterar o presente Regulamento, sempre que tais alterações sejam justificadas ou não prejudiquem os participantes, disponibilizando as referidas alterações nesta página.

8.4. Os nomes dos vencedores do passatempo poderão ser anunciados publicamente pelo JE e pela CASA, através dos meios de divulgação que o JE e a CASA entendam por necessários, designadamente a edição impressa e online do JE e o site da CASA.

8.5. A participação neste passatempo implica, para os vencedores, a autorização expressa de que o JE e/ou a CASA difundam o seu nome e/ou as frases submetidas em ações publicitárias e/ou promocionais associadas ao passatempo, sem que por isso tenham o direito a reclamar alguma compensação.

8.6. Os dados pessoais facultados pelos participantes serão exclusivamente utilizados para os fins do Passatempo e entrega de prémios, garantindo o JE e a CASA a confidencialidade dos mesmos, sem prejuízo da divulgação dos nomes dos vencedores referida em 8.3.

8.7. Nos termos da Lei n.º 67/98, de 28 de outubro, é garantido ao titular dos dados pessoais direito de acesso aos dados que lhe digam diretamente respeito, podendo solicitar a sua o consulta, retificação, atualização ou eliminação por carta dirigida ao Jornal Económico, – Rua Vieira da Silva, nº45, 1350-342 Lisboa.

8.8. O JE e a CASA não se responsabilizam por qualquer incorreção ou imprecisão dos dados indicados pelos participantes, que resultem na anulação da participação no passatempo.

8.9. O JE e a CASA não se responsabilizam pela impossibilidade de participação no passatempo ou de receção do Prémio devido a falhas ou atrasos dos serviços que lhe são alheios.

LEI E FORO
9.1. O presente regulamento é regido pela lei Portuguesa.

9.2. Para dirimir qualquer questão resultante do presente regulamento ou qualquer discrepância, omissão ou outra questão que resulte entre as partes, decorrente da execução, interpretação ou aplicação deste passatempo será submetida ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa.

Ler mais
Recomendadas

Combustíveis: Gasolina desce na próxima semana, gasóleo fica inalterado

Na semana passada o gasóleo subiu 0,5 cêntimos, acompanhado por uma subida de 1,0 cêntimos no preço da gasolina. Saiba onde encontrar os postos mais económicos do país.

Amianto: como lidar com o perigo?

O amianto é uma ameaça à saúde pública, pelo que a sua remoção deve seguir regras de segurança apertadas. A Deco explica quais os riscos do amianto.

O que deve ter em conta no consumo colaborativo

O consumo colaborativo fomenta a partilha de serviços e bens que possuímos, para que haja um melhor aproveitamento dos mesmos. A partilha é uma forma inteligente de evitar o desperdício e poupar algum dinheiro.
Comentários