Preços do gás natural descem 2,2% a partir de hoje no mercado regulado

O mercado regulado conta com 254 mil consumidores. Esta redução implica menos 21 cêntimos por mês para um casal que paga em média 11,95 euros, e 47 cêntimos mensais para um casal com dois filhos com uma fatura média mensal de 22,61 euros.

Os preços do gás natural vão descer 2,2% a partir de hoje no mercado regulado e vão vigorar durante o ano-gás 2020/2021.

O mercado regulado conta com 254 mil consumidores, enquanto o mercado livre tem 1,26 milhões de consumidores, com os preços aqui a serem acordados com o respetivo comercializador.

O impacto na fatura média mensal de um cliente no mercado regulado para o período de 1 de
outubro de 2020 a 30 de setembro de 2021 atinge os 21 cêntimos por mês para um casal que paga em média 11,95 euros, e os 47 cêntimos para um casal com dois filhos com uma fatura média mensal de 22,61 euros.

Já os consumidores no mercado regulado e liberalizado com direito a tarifa social vão beneficiar de um desconto de 31,2%: este desconto implica uma redução do preço em 7,34 euros por mês para um casal, e de 13,93 euros por mês para um casal com dois filhos.

“As tarifas transitórias de venda a clientes finais em baixa pressão com consumo anual inferior ou igual a 10.000 metros cúbicos (m3) , que abrange os consumidores domésticos e serviços ainda fornecidos em mercado regulado terão, a partir de 1 de outubro de 2020, uma redução média de -2,2% face a setembro de 2020”, segundo comunicado da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) divulgado recentemente.

 

Ler mais
Recomendadas

Volkswagen rejeita mais estímulos para a indústria automóvel

Presidente executivo do grupo Volkswagen rejeita mais estímulos ou apoios dos países à indústria automóvel, depois de ter registado uma recuperação acima do esperado em setembro. Volkswagen exerceu um “forte lobby” na Alemanha para garantir apoios do Estado no início da pandemia, segundo o “Financial Times”.

Lucros do banco polaco do BCP afundam 70% no terceiro trimestre

O banco realizou provisões relacionadas com os riscos da Covid-19 de 15,7 milhões de euros.

Topo da agenda: o que vai marcar a atualidade esta terça-feira

O Banco de Portugal publica o inquérito aos bancos sobre o mercado de crédito, indicando dados sobre a oferta e a procura de empréstimos a empresas e a particulares sobre o terceiro trimestre deste ano.
Comentários