Presidência UE: Governo apresenta hoje lema, logótipo e ‘website’

A logística da presidência portuguesa UE está a ser planeada para diferentes cenários de evolução da pandemia, que determinará nomeadamente se quase duas dezenas de reuniões de alto nível se realizam presencialmente ou por videoconferência.

O lema, o logótipo e o sítio oficial da presidência portuguesa da União Europeia (UE), que arranca em 01 de janeiro, vão ser hoje apresentados, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

A apresentação dos ‘símbolos’ e do sítio da quarta presidência portuguesa ficará a cargo do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e da secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias.

A apresentação da programação cultural da presidência semestral do Conselho da UE terá lugar também em dezembro, em data a anunciar.

Para janeiro, estão previstas a tradicional visita do colégio de comissários a Portugal e apresentação ao Parlamento Europeu (PE) das prioridades definidas pelo Governo português para a sua quarta presidência da UE.

A logística da presidência portuguesa UE está a ser planeada para diferentes cenários de evolução da pandemia, que determinará nomeadamente se quase duas dezenas de reuniões de alto nível se realizam presencialmente ou por videoconferência.

A presidência portuguesa da UE tem como prioridades a Europa Resiliente, capaz de resistir a crises não apenas economicamente como ao nível dos valores europeus, a Europa Social, com o modelo social como fator de crescimento económico, a Europa Verde, líder mundial no combate às alterações climáticas, a Europa Digital, pronta para enfrentar a transição tecnológica a nível económico e de proteção dos direitos dos cidadãos, e a Europa Global, assente na aposta no multilateralismo.

Ler mais
Recomendadas

Costa anuncia fecho das lojas do cidadão e suspensão dos prazos para processos judiciais não urgentes para os próximos 15 dias

Relativamente aos serviços públicos, o chefe do Governo anunciou que irão manter-se “exclusivamente em funcionamento o atendimento por marcação nos demais serviços”.

Governo reforça confinamento. Assista em direto ao anúncio de António Costa

O Governo reuniu-se em Conselho de Ministros esta quinta-feira de manhã e anuncia agora a decisão de reforço do confinamento, que deverá abranger o fecho das escolas.

Da direita à esquerda: o que dizem os partidos sobre o fecho de escolas e universidades?

O PSD defende o encerramento das escolas, assim como o PAN e o CDS. O Iniciativa Liberal alerta para as responsabilidades que o executivo de Costa terá de assumir em caso do fecho dos estabelecimentos de ensino. PCP acredita ser ser “importante que as crianças e jovens tenham a escola a funcionar”.
Comentários