Máximo histórico. Produção da Autoeuropa disparou mais de 200% desde a chegada do T-Roc

A maior fábrica automóvel portuguesa voltou a bater um recorde de produção em 2019. A unidade da Volkswagen em Palmela volta a atingir um máximo pelo segundo ano consecutivo, produzindo em média mais de 700 unidades por dia.

A Autoeuropa fechou o ano de 2019 com um novo recorde de produção. A maior fábrica automóvel em Portugal produziu um total de 256.878 unidades, segundo os dados divulgados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP) na terça-feira.

Este registo representa um aumento de 16,3% face a 2018, ano em que foi atingido outro recorde ao serem produzidos 223 mil unidades na fábrica portuguesa da Volkswagen, mais 106% face a 2017.

Entre o final de 2016 e o final de 2019, a produção da maior fábrica nacional disparou mais de 200%. O culpado para a subida dos números é o SUV T-Roc, que começou a ser produzido no verão de 2017 na fábrica de Palmela, distrito de Setúbal.

Portugal voltou a atingir um novo máximo de produção de automóveis em 2019, batendo o anterior recorde atingido em 2018. No ano passado foram produzidos 346 mil automóveis “made in Portugal”, mais 17,4% face a 2018, segundo os dados da ACAP.

A fábrica da marca alemã – onde são produzidos também o Volkswagen Sharan e a Seat Alhambra – pesou um total de 74,3% na produção nacional no ano passado, seguindo-se a PSA com 22,4%, e a Mitsubishi Fuso Truck Europe, no Tramagal, distrito de Santarém, a pesar 2,5% com 8.795 unidades (mais 6,8% face a 2018).

Além do recorde atingido pela Autoeuropa, a fábrica do grupo PSA em Mangualde também atingiu um máximo nos seus 55 anos de história. A unidade do distrito de Viseu produziu mais 23% no ano passado face a 2018, num total de 77.607 viaturas das marcas Peugeot, Citroen e Opel.

Por marcas, a Volkswagen pesou 69% na produção em Portugal em 2019 (subida de 16% para 233 mil unidades), na sua maioria T-Rocs. Segue-se a Citröen com um peso de 11,2%, a Peugeot com 9,5%, a Seat com 6,8%, a Fuso com 2,3% e a Toyota (Caetano Bus) com 0,7%.

A maioria dos automóveis exportados pela Autoeuropa destina-se ao mercado da União Europeia (93%), num ranking liderado pela Alemanha (28% das exportações totais), Itália (14,6%) e Reino Unido (11,2%).

Dentro da produção da marca Volkswagen, 90% dos automóveis da marca alemã “made in Portugal” seguem lá para fora.

Ler mais
Relacionadas

Recorde. Portugal nunca produziu tantos automóveis como em 2019

A indústria automóvel em Portugal produziu 346 mil automóveis no ano passado, mais 17% face a 2018.

PSA: Em 55 anos de história, fábrica de Mangualde nunca produziu tantos automóveis como em 2019

A unidade nacional do grupo francês PSA atingiu um máximo de produção no ano passado, com os novos modelos, incluindo o regresso da produção da Opel em Portugal, 13 anos depois do encerramento da fábrica da Azambuja.
Recomendadas

Covid-19: ‘Chef’ Vítor Sobral vai “acender uma velinha a Nossa Senhora de Fátima” para pagar salários

O Grupo Quina emprega cerca de 120 funcionários. Dois restaurantes foram encerrados, outros dois estão a funcionar em regime de ‘take away’, assim como as padarias. Vítor Sobral garante salários neste mês de março, mas não sabe como será no mês de abril.

Novo Banco vende “Rei dos Cogumelos” em plena crise

O Novo Banco, maior credor do grupo Sousacamp, com 49% dos créditos, acordou a venda do maior produtor ibérico de cogumelos ao Core Capital.

Covid-19: Kaeser garante assistência a equipamentos de ar comprimido de hospitais e da indústria

Além de cerca de três mil empresas do setor industrial, em Portugal a Kaeser trabalha com hospitais como o Grupo Trofa Saúde, Hospital Santo António, Hospital de Braga, Hospital de Santa Maria, Hospital de Gaia, Hospitais de Coimbra, Hospitais Lusíadas e Fundação Champalimaud.
Comentários