Produção industrial alemã cai para mínimos de uma década

Produção nas fábricas da Alemanha recuou para 5,7% em outubro. Economia da Alemanha volta a dar sinais de fraqueza, depois de ter escapado a uma recessão técnica no terceiro trimestre.

A economia alemã volta a dar sinais de fraqueza, com a produção industrial a cair para 5,3% em outubro, em comparação com o ano anterior, naquela que foi a maior queda desde 2009. Segundo dados do Destatis, divulgados esta sexta-feira, também em cadeia recuou 1,7%.

A produção industrial é considerado um dos mais importantes barómetros sobre a saúde da economia da Alemanha e com impacto para a economia portuguesa e os analistas aguardam agora mais dados sobre o consumo.

“Em outubro de 2019, a produção industrial excluindo a energia e a construção caiu 1,7%”, explica o organismo de estatística alemão, revelando que a produção de bens intermediários aumentou para 1% e a produção de bens de consumo 3%.

A economia alemã evitou uma recessão técnica no terceiro trimestre, ao crescer 0,1% depois de ter recuado 0,2% no trimestre anterior. A desaceleração do crescimento da maior economia europeia tem sido atribuído às tensões comerciais e à incerteza em torno do Brexit.

Recomendadas

António Ribeiro: “OE 2020 não tem nada para estimular a poupança”

Salários baixos e elevada tributação sobre produtos de aforro explicam a baixa taxa de poupança das famílias portuguesas, que continua muito longe da média da zona euro.

Escalões do IRS atualizados abaixo da inflação

Criação de novos escalões foram adiados e Orçamento aposta em desconto de IRS para jovens e bónus para filhos com menos de três anos.

Aprenda a criar zonas para organizar o ambiente de trabalho

Use o FancyZones para ter várias janelas no seu desktop de forma organizada e facilitar o seu trabalho.
Comentários