Produção industrial italiana com crescimento de 8,2% em junho

Este aumento supera as expetativas dos analistas que previam uma subida de 5,1% e explica-se com a retoma das fábricas em maio depois do governo ter diminuído o confinamento provocado pela pandemia do coronavírus.

Alessandro Bianchi / Reuters

A produção industrial italiana registou um crescimento de 8,2% no mês de junho, superando as previsões dos analistas, segundo informa a “Reuters”, com base nos dados da agência de estatísticas italiana ISTAT divulgados esta quinta-feira, 6 de agosto.

Este aumento supera as expetativas dos analistas que previam uma subida de 5,1% e explica-se com a retoma das fábricas em maio depois do governo ter diminuído o confinamento provocado pela pandemia do coronavírus.

Esta subida acontece após um disparo de 41,6% em maio, quando o bloqueio do coronavírus foi suspenso pela primeira vez, face a uma queda de 20,5% em abril, quando a maioria das fábricas foi fechada.

Houve aumentos de um dígito em bens de consumo, bens de investimento, bens intermediários e produtos energéticos.

A produção económica geral na terceira maior economia da zona do euro contraiu acentuadamente durante o bloqueio, com o Produto Interno Bruto (PIB) italiano a cair 12,4% no segundo trimestre, informou o ISTAT na semana passada.

Recomendadas

Economia da zona euro precisa de mais apoio com segunda vaga, considera FMI

“Com a segunda vaga, as políticas orçamentais nacionais provavelmente necessitam de dar um apoio geral por mais tempo do que o inicialmente estimado”, indicou o FMI, na sua revisão da economia da zona euro.

Yellen e mais cinco. Esta será a equipa económica da administração Biden

Para a equipa de Yellen, Biden indicou ainda Wally Adeyemo como secretário-adjunto do Tesouro; Neera Tanden como diretor do gabinete de Gestão e Orçamento; Cecilia Rouse como presidente do Conselho de Consultores Económicos e Jared Bernstein e Heather Boushey como membros do Conselho de Consultores Económicos.

3 mil milhões de euros. Primeira tranche do apoio europeu a Portugal chega esta terça-feira

Este valor de 3 mil milhões de euros, que está incluído no programa SURE, com um valor total de 5.900 milhões de euros para ajuda ao emprego, destina-se a apoiar trabalhadores e empresas e vai ser financiado através de um empréstimo a Portugal por parte da Comissão Europeia.
Comentários