Professor da Nova SBE premiado por investigação sobre exportadoras

Luís Filipe Lages conquistou o 2018 American Marketing Association Research in Excellence Award, um dos prémios mais prestigiantes da área de marketing.

Luís Filipe Lages estudou mais de 500 exportadores portugueses. A investigação que produziu entre 1996 e 2008 prova que os gestores definem a sua estratégia atual com base nos resultados de desempenho anteriores, ao contrário do que defende grande parte da investigação na área de gestão. Ou seja, o desempenho afeta a estratégia atual que, por sua vez, afeta o desempenho futuro.

Em 2008, Luís Filipe Lages publicou em conjunto com Sandy Jap, da Emory University, e David Griffith, da Michigan State University, um artigo no Journal of International Business Studies intitulado “The role of past performance in export ventures: a short-term reactive approach”. Com isso, ganhou o AMA Global Marketing SIG Research in Excellence Award, que reconhece “um artigo excecional” publicado numa revista mundialmente respeitada e que teve uma contribuição significativa para a literatura de marketing global nos últimos 10 anos (2008-2017).

Para o investigador, o prémio é particularmente especial, uma vez que a comunidade científica só aceitou esta ideia disruptiva agora, isto é 10 anos depois. “Este trabalho põe em causa trabalhos anteriores, os quais assumem que os gestores são proactivos e o desempenho é uma consequência da estratégia”, refere uma nota da Nova SBE. A ideia de olhar para a relação entre estratégia empresarial e desempenho como algo dinâmico está na origem da Value Creation Wheel (VCW), ferramenta criada pelo investigador.

As várias componentes da VCW têm sido lecionadas em múltiplas escolas de renome desde o MIT à City University de Hong Kong, recebendo cobertura dos principais meios de media internacionais, como Harvard Business Publishing, Time e Wall Street Journal.

O prémio será entregue no decorrer da conferência da American Marketing Association que se realiza em agosto, na cidade norte-americana de Boston.

Recomendadas

easyJet vai recrutar copilotos em Lisboa

É requisito obrigatório um mínimo de 500 horas de experiência de voo no modelo A320.

Técnico entra na revolução das comunicações

Portugal passou na prova e vai contribuir para o futuro das comunicações quânticas sem-fio. Europa quer liderar esta nova tecnologia e disponibiliza mil milhões para o seu desenvolvimento.

Formação turística nasce no Estoril com chancela da OMT

O projeto tem um horizonte de três anos e vai mobilizar um investimento de 24 milhões de euros, dos quais 40% financiados por privados.
Comentários