Programa de aceleração de ‘startups’ de restauração anuncia hoje os dois projetos vencedores

É a primeira edição do novo programa de aceleração da responsabilidade da Startup Lisboa, que contou com a participação de 22 concorrentes, no segmento ‘tech’ e não ‘tech’.

Está a decorrer neste momento, em Lisboa, a demonstração pública (‘Demo Day’) do programa nacional de ‘startups’ de restauração ‘From Start-to-Table’, no espaço Marvila 105.

É a primeira edição do novo programa de aceleração da responsabilidade da Startup Lisboa, que contou com a participação de 22 concorrentes, no segmento ‘tech’ e não ‘tech’.

Daqui a poucos minutos serão conhecidos os dois projetos vencedores em cada um destes segmentos, recebendo cada um 10 mil euros de prémio.

O evento conta com a presença da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

“Nos últimos meses, os 22 projetos estiveram a estar os seus conceitos e a validar os seus modelos de negócio, no programa de aceleração ‘From Start-to-Table’. Este programa, desenvolvido com o apoio do Turismo de Portugal, tem como objetivo desafiar empreendedores no ecossistema da restauração, promovendo o desenvolvimento de conceitos de restauração inovadores e de tecnologias que melhorem a experiência do cliente e/ou as operações de restaurantes”, destaca uma nota da organização deste evento.

O objetivo do programa ‘From Start-to-Table’ é acelerar projetos que tragam inovação para esta área com novos conceitos de restauração e com tecnologias que melhoram a experiência das operações dos restaurantes ou dos clientes.

As candidaturas estiveram abertas até 30 de setembro, com uma participação totalmente gratuita a quem apresentasse ideias ou projetos, de todo o mundo, com menos de dois anos de existência, de teor tecnológico e não tecnológico.

Depois do período de candidaturas, haverá uma pré-seleção de projetos para se apresentarem, a júri nos dias 10 e 11 de outubro.

O júri vai escolher os dois vencedores com base em cinco critérios, classificando os projetos de 1 a 10 valores: projeto/empresa com modelo de negócio diferenciador; qualidade da equipa e capacidade da mesma em implementar o projeto; exequibilidade da ideia apresentada; inovação ao nível do processo, do produto ou do marketing associado relativamente a negócios já apresentados; e ter potencial de crescimento e/ou de escalabilidade.

Os dois vencedores terão ainda acesso a incubação direta na Startup Lisboa.

Os parceiros do programa – Delta, Sagres e Turismo de Portugal – vão apoiar ainda na abertura de canais para prototipagem e validação em contexto real de mercado.

Ler mais
Recomendadas

‘Caso EDP’: empresa confirma que já foi notificada pelo DCIAP para ser constituída arguida

Em comunicado, a energética portuguesa afirmou que “em linha com as notícias divulgadas na imprensa portuguesa no final do dia de ontem, a EDP foi hoje notificada pelo DCIAP de que deverá, nos próximos dias, designar um legal representante que compareça no DCIAP, a fim de ser constituída arguida”.

Nova companhia aérea de Neeleman deverá iniciar voos em 2021

A Breeze Airways, fundada por David Neeleman, cuja saída da TAP foi anunciada recentemente, deverá iniciar os voos em 2021, um lançamento que foi adiado pela pandemia de Covid-19, avançou hoje a Bloomberg.

Salários da CGD aumentaram em 2019 com início de pagamento de bónus

Os salários da administração da CGD cresceram para 3,6 milhões de euros no ano passado, um aumento de 22,5% justificado com o início de um programa de pagamento de remunerações variáveis, que já estava previsto, revelou o banco.
Comentários