PSI-20 acompanha europa no ‘vermelho’ a meio da sessão

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX recua 2,34%, o francês CAC 40 perde 2,17%, o espanhol IBEX 35 desvaloriza 1,49% e o britânico FTSE 100 cai 2,26%.

A bolsa portuguesa segue a meio da sessão desta terça-feira em terreno negativo, mantendo a tendência de abertura e em sintonia com as congéneres europeias. O principal índice bolsista português (PSI 20) cai 2,17%, para 5.064,93 pontos.

Na bolsa portuguesa, destaque para a EDP Renováveis, que lidera as perdas com as ações a desvalorizarem 5,74% para os 17,58 euros. Segue-se a EDP que recua 3,38% para 4,402 euros, o Banco Comercial de Portugal (BCP) que desce 1,22% para os 0,1373 euros e a Galp que perde 1,71 para 10,055 euros.

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX recua 2,34%, o francês CAC 40 perde 2,17%, o espanhol IBEX 35 desvaloriza 1,49% e o britânico FTSE 100 cai 2,26%.

“Na Europa as desvalorizações são transversais a todos os setores, com o de Viagens&Lazer a ser o mais castigado, ao desvalorizar mais de 4%, perante receios com a nova estirpe de rápida disseminação do coronavírus, identificada pela primeira vez na Índia”, comenta o analista de mercados da Millennium investment banking, Ramiro Loureiro.

O analista acrescenta que “De realçar que amanhã irão ser revelados os dados de inflação nos países europeus e nos EUA, com os investidores a mostrarem preocupação com uma possível leitura do indicador acima do esperado. A demonstrar esta preocupação está a valorização das yields de dívida soberana, com destaque para o aumento de 18 pontos base da taxa de juro das obrigações alemãs, com maturidade a 10 anos, algo que está a atenuar as quedas da Banca, sendo o setor com a menor queda na Europa”

O preço do petróleo está a descer nos dois lados do atlântico. Em Nova Iorque, o WTI aumenta 0,88% para os 64,35 dólares por barril, enquanto o Brent desvaloriza 0,85% para os 67,74 dólares em Londres.

No mercado cambial, o euro aprecia 0,26% face ao dólar norte-americano, para 1,2161 dólares.

Recomendadas

Bitcoin volta a cair e vale menos 46% do que o recorde de abril

Alguns analistas apontam para o facto de as autoridades norte-americanas terem conseguido recuperar grande parte do resgate pago pela Colonial Pipeline, em bitcoin, ao Dark Side, o grupo de piratas informáticos que atacou o software que gere o oleoduto da empresa, segundo a “Bloomberg”.

PremiumBolsas europeias renovaram máximos históricos

A última quinzena de maio e o início de junho trouxeram renovação de máximos na Europa, mas em Wall Street já se começa a ver a lateralização.

Wall Street fecha semana no ‘verde’ com recorde do S&P 500

As tecnológicas destacaram-se nesta sessão. Já a Tesla deslizou 0,07% para 609,71 dólares pouco depois de ter revelado o seu novo modelo S Plaid, uma versão de ponta do sedan desportivo.
Comentários