PSI-20 em terreno negativo segue em sentido contrário das congéneres europeias

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 sobe 0,50%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,89% e o britânico FTSE 100 aumenta 0,63%. À semelhança da bolsa portguesa, o alemão DAX está em terreno negativo e perde 0,26%.

A bolsa portuguesa segue a meio da sessão desta terça-feira em terreno negativo, mantendo a tendência de abertura e em sentido contrário das congéneres europeias. O principal índice bolsista português (PSI 20) cai 0,31%, para 5.115,21 pontos.

Na bolsa portuguesa, destaque para o EDP Renováveis, com as ações a desvalorizarem 3,01% para os 19,63 euros. Segue-se a EDP que recua 0,62% para 4,679 euros e o grupo Impresa que desce 1,83% para os 0,215 euros.

Em terreno positivo, destacam-se a Mota-Engil que avança 4,21% para os 1,462 euros, depois de ontem a construtora ter anunciado que vai realizar um aumento de capital reservado a acionistas existentes no montante de até 150 milhões de euros entre os dias 10 e 15 de maio. Segue-se a Galp, que valoriza 2,73% para os 10,08 euros.

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 sobe 0,50%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,89% e o britânico FTSE 100 aumenta 0,63%. À semelhança da bolsa portuguesa, o alemão DAX está em terreno negativo e perde 0,26%

“As bolsas europeias prosseguem divididas entre os ganhos do IBEX e as perdas do DAX. Se o índice espanhol está a ser impulsionado pelas valorizações do BBVA, Repsol e Ferrovial, o índice alemão está a ser castigado pela reação negativa da Infineon, após esta alertar para as dificuldades na sua cadeia de fornecimento, mais um sinal da escassez global de chips, que vem afetando o setor Auto e levou inclusivamente ontem a Ford a anunciar a paralisação  de produção nas suas fábricas alemãs por várias semanas”, comenta o analista da Millennium investment banking, Ramiro Loureiro.

O preço do petróleo está a subir nos dois lados do atlântico. Em Nova Iorque, o WTI aumenta 1,85% para os 65,68 dólares por barril, enquanto o Brent valoriza 1,97% para os 68,89 dólares em Londres.

No mercado cambial, o euro deprecia 0,40% face ao dólar norte-americano, para 1,2013 dólares.

Ler mais

Recomendadas

Fitch mantém notação da dívida portuguesa em ‘BBB’, mas deixa recomendações para a segunda metade do ano

A Fitch havia já em abril deixado alguns avisos à economia nacional, apesar de ter sinalizado que deveria manter a avaliação à dívida soberana nesta avaliação programada perante o potencial para crescimento nos dois últimos trimestres de 2021.

Wall Street fecha semana em alta a corrigir perdas dos últimos dias

Depois de uma semana de fortes perdas, especialmente no Nasdaq e Dow Jones, os três índices norte-americanos encerraram a última sessão da semana no verde, apesar dos dados fracos divulgados durante a manhã relativos às vendas a retalho e à produção industrial de abril.

Portugal regressa aos mercados quarta-feira para colocar 1.500 milhões de euros a seis meses e 1.750 milhões a 12 meses

Este é o segundo de um conjunto de três leilões a realizar entre março e junho com vista a angariar cerca de 4 mil milhões. Na anterior licitação, as taxas médias foram de -0,599% a três meses e -0,558% a 11 meses.
Comentários