PSI-20 e IBEX fecham em queda numa Europa vestida de ‘verde’

Bolsas europeias encerram a última sessão da semana divididas entre as perdas do PSI20 e os ganhos do Footsie100. No índice nacional de realçar a queda de mais de 8% da Mota-Engil.

Reuters

O índice da Bolsa de Lisboa fechou a cair 0,96% para 4.181,73 pontos, com a Mota Engil a tombar -8,25% para 1,156 euros. Apenas a Jerónimo Martins fechou em alta no PSI-20. A retalhista valorizou 2,11% para 14,49 euros.

De resto, o BCP desceu -1,68% para 0,0820 euros; os CTT recuaram -1,72% para 2,56 euros; a EDP caiu -2,45% para 15,14 euros; a Semapa recuou -2,28% para 7,30 euros; a Navigator perdeu -1,60% para 2,09 euros; e a Sonae destacou-se também por perder -1,58% para 0,5620 euros.

A Ibersol e a Sonae Capital fecharam inalteradas, tendo os restantes títulos encerrado em terreno negativo.

As Bolsas europeias fecharam a última sessão da semana divididas entre as perdas do PSI20 e os ganhos do Footsie100.

O índice britânico subiu 0,65% para 6.016,65 pontos. O CAC 40 avançou 0,71% para 4.946,8 pontos e o DAX, no último minuto inverteu a queda e fechou a subir 0,07% para 13.051,2 pontos. Em terreno negativo, a acompanhar o PSI-20, fechou o IBEX que perdeu 0,60% para 6.950,9 pontos. O global EuroStoxx 50 valorizou 0,53% para 3.273 pontos.

“No universo Stoxx600 a Pandora foi a ação que mais valorizou na sessão de hoje (+17,20%), após elevar o seu outlook. A Rolls-Royce seguiu logo atrás (+12,26%) a valorizar pelo quinto dia consecutivo, acumulando uma valorização de +93,05% face ao fecho de 2 de outubro”, destaca a análise de Ramiro Loureiro, Analista de Mercados do Millennium investment banking.

Hoje foi notícia que a London Stock Exchange Group (LSE) concordou em vender a Bolsa Italiana ao operador pan-europeu de bolsa Euronext por 4.325 milhões de euros.

Na Europa o destaque a nível macroeconómico vai para a produção industrial francesa com um registo inferior ao previsto.

O petróleo Brent, referência na Europa, valoriza ligeiramente 0,07% para 43,37 dólares.

O euro aprecia 0,51% para 1,1819 dólares.

O mercado de dívida soberana regista uma queda dos juros das bunds alemãs (-0,46 pontos base para) para -0,54%. A dívida portuguesa a 10 anos, a dias de o Estado apresentar o OE2021, está a cair 1,78 pontos base para 0,18%, ainda assim, menos que a queda da dívida espanhola que desce 2,41 pontos base para uma yield de 0,17%. Itália tem os juros em queda de 3,76 pontos base para 0,72%.

 

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha semana no verde com perspetiva de estímulo à economia a sobrepor-se à fraca criação de emprego

Apesar dos fracos números da criação de emprego em novembro, os mercados animaram-se com as declarações de Nancy Pelosi sobre um possível acordo bipartidário para um pacote de estímulos à economia americana, isto depois do líder do Senado ter admitido o mesmo na quinta-feira.

Bolsa de Lisboa fecha em alta numa sessão animada em toda a Europa

Galp dispara mais de 5% com subida do preço do petróleo, após o anúncio de um acordo da OPEP+ em suavizar os aumentos previstos de produção de crude. O BCP fechou em alta de mais de 2% e já está acima dos 12 cêntimos.

Vencedor de concurso da Católica Porto Investment Club alerta que CBDC são “questão de segurança nacional”

Nuno Loureiro, vencedor do concurso Champion Chip 2020, organizado pela Católica Porto Investment Club, alerta que a infraestrutura tecnológica que suporta moedas digitais emitidas por um banco central (CBDC) poderão ser alvo de ataques cibernéticos de outros Estados.
Comentários