PSI-20 prolonga quedas em linha com a Europa

Por volta das 12h45, horas portuguesas, o PSI-20 desvalorizava 1,37%, recuando para os 3.901,58 pontos, numa sessão em que registava doze quedas, cinco subidas e uma inalterada entre as cotadas nacionais.

Reuters

O principal índice da bolsa nacional, o Psi-20, está a prolongar as quedas que já tinha registado na abertura da sessão desta quarta-feira, acompanhado o desempenho das principais praças europeias.

Por volta das 12h45, horas portuguesas, o PSI-20 desvalorizava 1,37%, recuando para os 3.901,58 pontos, numa sessão em que registava doze quedas e cinco subidas entre as cotadas nacionais, que contava com a Ibersol, que permanecia inalterada.

A aprovação do pacote de estímulos económicos no valor de dois biliões de dólares no Senado norte-americano ontem não impulsionou as praças europeias. Nem tão-pouco o anúncio desta manhã do Banco Central Europeu em que revelou que não vai aplicar limites programa de compra de ativos, quando anteriormente tinha definido a utilização máxima de 33% para a aquisição de dívida de um país.

Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium bcp, referiu que é de notar que no setor da banca ontem “ontem sugiram alguns rumores de que os principais credores europeus poderiam analisar conjuntamente a possibilidade de suspender dividendos para fortalecer os rácios de capital numa altura em que estão a dar suporte às economias”.

Segundo o Jornal Eco, o conselho de administração do BCP deverá aprovar esta semana o cancelamento do pagamento de dividendos referentes ao exercício de 2019. O objetivo da medida prende-se com a necessidade de reforçar os rácios de capital para fazer face à crise pandémica do novo coronavírus. O BCP estava a perder 1,21%.

A liderar as quedas está a EDP, que recua 2,44%, e a Nos, que perde 3,09%. Também a Semapa, a Navigator e a Pharol registam quedas de 2,15%, 2,54% e 4,35%.

Em sentido contrário, os CTT lideram os ganhos, ao valorizar 2,88% para os 2,04 euros por ação. A Corticeira Amorim segue pela mesma linha, subindo 1,27%, para 7,96 euros. Também a REN reage bem às contas anuais, em que anunciou um dividendo de 0,171 euros por ação, que corresponde a “uma das melhores taxas de dividendo atual do setor na Europa”, referiu Ramiro Loureiro. A REN está a subir 0,91% para 2,210 euros.

Na Europa, o índice pan-europeu EuroStoxx 600 reflete a tendência de perdas, caindo mais de 2%. Em França, o CAC 40, que ontem liderou os ganhos, está a perder 2,76%. Em Espanha o Ibex 35 cai 1,51%, na Alemanha o Dax perde 3%, em Inglaterra o FTSE 100 cede 2,52% e em Itália o FTSE Mib desvaloriza 1,76%.

Nas matérias-primas, o preço do petróleo segue em desvalorização. Em Londres, o barril de Brent, referência mundial, negoceia nos 27,03 dólares depois de perder 1,31%. Nos Estados Unidos, o West Texas Intermediate recua 3,23%, para 23,70 dólares.

Ler mais

Relacionadas

Na luta contra impacto do vírus, BCE elimina limite por país na compra de ativos

No programa de compra de ativos lançado por Mario Draghi em 2015 para combater a crise das dívidas soberanas o BCE podia comprar até 33% da dívida emitida por cada país. No  Pandemic Emergency Purchase Programme (PEPP), lançado no dia 18 de março, esse limite já não será aplicado, permitindo ao BCE direcionar as compras com maior flexibilidade.

Aumento dos casos de Covid-19 no mundo assusta investidores. PSI 20 acompanha Europa em queda

PSI 20 perde 0,59%, para 3.932,45 pontos, em linha com as principais congéneres europeias esta quinta-feira, 26 de março.
Recomendadas

Possível vacina contra a Covid-19 anima Wall Street

Esta segunda-feira, a FDA, a agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, deu a designação “via rápida” a duas vacinas experimentais desenvolvidas em conjunto pela empresa alemã de biotecnologia BionTech e pela pela gigante farmacêutica norte-americana Pfizer

CMVM suspende ações da Sociedade Comercial Orey Antunes

A CMVM decidiu suspender a negociação depois da empresa não ter publicado informação financeira periódica no devido prazo.

Energéticas levam PSI 20 ao vermelho em contraciclo com a Europa

Praça lisboeta abriu a sessão a descer 0,11%, para 4.454,97 pontos nesta segunda-feira, contrariando as tendências das suas congéneres europeias.
Comentários