Putin propõe diretor da Autoridade Tributária russa para novo primeiro-ministro

A saída de Medvedev acontece depois de Putin ter proposto um referendo nacional para introduzir algumas mudanças na Constituição do país, que poderão resultar num fortalecimento dos poderes do Parlamento embora não retire peso ao presidente.

Após a demissão de Dimitri Medvedev, Vladimir Putin propôs Mikhail Mishustin para o novo primeiro-ministro da Rússia, avança a CNN esta quarta-feira, 15 de janeiro, poucas horas depois da demissão do ex-primeiro-ministro e de todo o governo.

O anúncio de demissão aconteceu com Putin ao lado de Medvedev e fez cair todo o executivo. Atualmente, Mishustin é diretor-geral da Autoridade Tributária da Rússia, que pode ser equiparado às Finanças portuguesas, embora detenha poder a nível criminal e possa investigar crimes fiscais.

A saída de Medvedev acontece depois de Putin ter proposto um referendo nacional para introduzir algumas mudanças na Constituição do país, que poderão resultar num fortalecimento dos poderes do Parlamento embora não retire peso ao presidente.

Até que Mishustin aceite e assuma a posição de primeiro-ministro, Dimitri Medvedev vai continuar a estar à frente do país. Numa reunião privada, Putin agradeceu os serviços do agora ex-primeiro-ministro mas sublinhou que o seu governo não cumpriu os objetivos propostos. Ainda assim, os dois não entraram em conflito e foi ainda prometido a Medvedev um lugar de destaque no Conselho de Segurança do presidente.

Relacionadas

Governo russo demite-se após discurso de Putin

O Presidente da Rússia aceitou o pedido de Medvedev, mas terá pedido que o atual governo se mantenha em funções até à formação de um novo executivo.

Rússia. Vladimir Putin ensaia permanência no poder após 2024

Dizem os analistas que a demissão do governo russo serve o propósito de Vladimir Putin permanecer na órbita do poder depois do fim do seu quarto mandato como presidente. Tudo indica que a maioria dos russos apoiará a pretensão do homem que se confunde com a própria Rússia pós-comunista.
Recomendadas

Português que lidera a Kraft-Heinz promete “simplificar o negócio”

Kraft-Heinz tem passado dificuldades numa altura em que, no setor, há uma maior procura por produtos mais saudáveis. Miguel Patrício chegou à empresa há sete meses para inverter a tendência.

Sobreviventes de Auschwitz regressam ao campo da morte 75 anos depois para impedir que o mundo esqueça

“Voltei para não esquecer nenhum detalhe do que aconteceu comigo, para manter as lembranças vivas e impedir que o mundo adquira amnésia”, disse o sobrevivente Benjamin Lesser que chegou ao campo de concentração quando tinha 16 anos.

Governo chinês vai investir mais de 8 mil milhões de euros para conter coronavírus

Pequim decidiu alargar o feriado nacional alusivo ao ano novo chinês com o objetivo de manter as pessoas em casa e diminuir o risco de contágio.
Comentários