Quantos dias tem de trabalhar para pagar um iPhone 11 Pro de 1.179 euros?

Em Portugal, o iPhone 11 Pro será vendido a 1.179 euros. O site Picodi elaborou uma lista em que compara o salário médio dos países e quanto tempo demora a comprar o smartphone de três câmaras fotográficas com esse valor.

Os novos iPhones foram divulgados esta semana no auditório da Apple. Apresentado como o smartphone mais barato à data da apresentação, o iPhone 11 foi anunciado por 699 dólares mas em Portugal vai estar à venda por 829 euros.

O preço do iPhone 11 Pro tem início nos 1.179 euros, para o modelo base de 64 GB. O site Picodi realizou uma comparação entre os preços deste modelo com o salário médio de vários países, de forma a calcular os dias de trabalho necessários para comprar o equipamento.

A comparação fixa-se nos salários médios dos países em análise. Em Portugal, o Instituto Nacional de Estatística revelou que o salário médio é de 911 euros, o que significa que um português teria de trabalhar 27,2 dias para poder adquirir a novidade de três câmaras da Apple. Segundo o Picodi, este valor representa menos 0,4 dias a menos, em comparação com o lançamento do ano passado.

Nos países que precisam de menos dias para adquirir o dispositivo tecnológico, a Suíça surge em primeiro lugar, com 4,8 dias de trabalho para comprar o mais recente iPhone. Os Estados Unidos aparece em segundo da lista e são precisos 5,8 dias para os norte-americanos adquirirem o aparelho. Luxemburgo é o terceiro país do ranking, sendo necessários 6,7 dias para a aquisição de um smartphone. 

Nos países que mais têm de trabalhar para comprar este dispositivo surge o México em primeiro lugar, com uma média de 54,2 dias. Em Montenegro, os cidadãos têm de trabalhar 48,5 dias para adquirir um iPhone 11 Pro, enquanto na Rússia são necessários 47 dias de trabalho.

Recomendadas

Gasóleo sobe outra vez. Estes são os postos mais baratos

A gasolina e o gasóleo vão subir em força na próxima semana. Saiba onde pode encontrar os postos mais baratos.

Saiba quais são as alternativas ao uso da caderneta bancária

Tem caderneta bancária? Se é utilizador de caderneta bancária, desde 14 de setembro, que deixou de poder fazer levantamentos e transferências. A utilização da caderneta está limitada à consulta de movimentos e saldo bancário. Informamos os consumidores sobre como fazer levantamentos ou transferências? Como alternativa, pelo menos, para já, os consumidores terão de fazer os […]

Como se candidatar ao Porta 65 Jovem? Siga estes passos

Portal da Habitação revela que é dada prioridade aos candidatos ou agregados com rendimentos mais baixos, sendo que o rendimento mensal do jovem ou do agregado não pode ser superior a quatro vezes o valor da renda máxima admitida para cada zona.
Comentários