Quatro dias após baixar imposto da gasolina Governo aumenta taxa de carbono

Portaria publicada na sexta-feira revela um agravamento na taxa de carbono sobre os combustíveis, que terá um impacto de 1,3 cêntimos por litro na gasolina e 1,5 cêntimos no gasóleo.

O novo ano trouxe uma descida nos combustíveis, motivada pela baixa do imposto sobre os produtos petrolíferos (ISP) de três cêntimos, que fez a gasolina cair cinco cêntimos, mas o Governo vai aumentar a taxa de carbono sobre os combustíveis.

Uma medida que já estava prevista no Orçamento de Estado, mas que somente foi publicada esta sexta-feira, numa portaria publicada no Diário da República Eletrónico (DRE), segundo revela este sábado o “Observador”.

Os adicionais cobrados no imposto a título de taxa de carbono vão subir 1,3 cêntimos na gasolina e 1,5 cêntimos no gasóleo. De acordo com a portaria, esta atualização da taxa de carbono segue a evolução dos preços das licenças de dióxido de carbono no mercado europeu de carbono que sofreram uma forte valorização no ano passado.

O objetivo deste imposto adicional, criado na reforma da fiscalidade verde aprovada pelo Governo do PSD/CDS, é de incentivar a descarbonização da economia.

Relacionadas

Combustíveis voltam a subir três meses depois

Os combustíveis (gasolina e gasóleo) vão subir até dois cêntimos a partir da próxima segunda-feira, 7 de janeiro, de acordo com fontes do setor contactadas pelo Jornal Económico.
Recomendadas

Angolana Aenergy vai gerir elétrica pública do Gana durante 20 anos

A Aenergy, liderada pelo português Ricardo Machado, ganhou a concessão e vai realizar um investimento superior a 530 milhões de euros.

José Avillez abriu no Dubai mas fechou três restaurantes em Lisboa

A Cantina Zé Avillez, um dos mais populares, junto ao Campo das Cebolas também encerrou as portas ao público. Abriu em 2018 e o objetivo era servir almoços rápidos para a população lisboeta.

Quanto tempo tem de trabalhar para comprar um Ferrari exclusivo de 32 milhões? Messi só precisou de 4 meses

A revista Forbes divulgou esta semana os rendimentos dos desportistas mais bem pagos de 2019, e a Apuestas Deportivas decidiu analisar com quantas horas de trabalho é que as estrelas conseguiram pagar o seu automóvel de eleição
Comentários