Quatro mitos do investimento que é urgente desmistificar

Quando falamos em investimento, temos de pôr de parte as ideias pré-concebidas que podem fazer com que seja mais contido na hora de investir e dificultar o processo para atingir os seus objetivos financeiros.

Mito 1: Poupar é investir

Muitos acreditam que poupar é sinónimo de investir, mas não podiam estar mais errados. Apesar de o investimento depender muitas vezes da poupança, a verdade é que ambas as ações têm propósitos diferentes. Se tiver o seu dinheiro parado numa conta à ordem ou conta poupança, não está propriamente a investir. Investir pressupõe que utilize o seu dinheiro e o ponha a render com a compra de ativos, por exemplo.

Mito 2: Investir envolve demasiados riscos

No mundos dos investimentos, tem de ter em mente que quanto mais quiser ganhar, mais vai ter de arriscar potenciais perdas. A maior parte dos investidores quer fugir de todos os riscos e apostar em ativos mais seguros e que, aparentemente, garantam um “retorno certo”. Mas não espere ganhar muito sem assumir riscos. Adapte o seu investimento à sua tolerância ao risco, garantindo que nunca investe mais do que aquilo que realmente pode perder.

Mito 3: Investir implica muitos sacrifícios

Um dos mitos criados por muitos é que a poupança implica uma boa dose de sacrifício. No entanto, mais importante do que o montante que amealha é a disciplina com que poupa. Esforce-se por colocar de lado, todos os meses, uma parcela do seu rendimento com que se sinta confortável, menos que seja apenas 1%. O importante é que crie uma rotina. Ao fim de um tempo, a previsão é que isso se torne um hábito inconsciente e consiga poupar de forma automática.

Mito 4: Investir é só para ricos

O investimento que cada um faz varia consoante a sua condição financeira. Qualquer pessoa pode abrir conta num banco especializado em poupança e investimento, que lhe recomendará qual a melhor solução para cada caso. Tanto pode iniciar um investimento com apenas 100 euros como com 100.000 euros. A chave está em saber apostar num produto financeiro que lhe garanta uma vantagem segura.

Ler mais
Recomendadas

easyJet estabelece acordo de ‘code share’ com Cathay Pacific

Com o acordo hoje, dia 21 de janeiro, anunciado, a partir das próximas semanas, os clientes da easyJet poderão voar para Hong Kong a partir do aeroporto de Gatwick (Londres).

Governo já sabia de irregularidades na CGD? Se sim, “é grave”, aponta Rui Rio

“Eu não quero acreditar que, no quadro de todos aqueles valores que ali estão, possa ter sido tudo concedido, todo aquele crédito possa ter sido concedido de uma forma clara e limpa, que não mereça uma investigação”, disse Rui Rio aos jornalistas, na sede nacional do partido, em Lisboa.

Custa 336 euros e garante alimentação para um mês. Esta é a ‘Brexit box’

Concebido e comercializado pela empresa Emergency Food Storage, o pacote inclui 60 receitas que podem ser consumidas nos próximos 25 anos
Comentários