Queixas contra o SEF duplicaram no último ano

O Portal da Queixa registou mais de 600 denúncias contra o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras na plataforma.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) continua a acumular reclamações no Portal da Queixa. Só no último ano, entre 20 de agosto de 2018 e 20 de agosto de 2019, o número de denúncias mais do que duplicou, de 308 para 676.

Segundo os dados divulgados esta terça-feira pela rede social de consumidores, o acréscimo de queixas em Portugal mantém-se, mesmo depois de a entidade ter garantido que iria implementar medidas para melhoria no atendimento.

No último balanço realizado em abril verificou-se que, entre dia 17 de abril e 20 de agosto deste ano, houve 349 reclamações, o que representa uma subida de 132% comparativamente a igual período do ano passado, quando tinham sido apresentadas 150 queixas.

“A análise permitiu ainda concluir que, nos últimos 12 meses, as queixas duplicaram, comparativamente com o período homólogo. Verificou-se ainda que o mês de julho de 2019 registou um número recorde de reclamações (94), corroborando que a tendência deste aumento não parece abrandar”, refere o comunicado do Portal da Queixa divulgado esta tarde.

Imigrantes em risco de ilegalidade por falta de vagas nos balcões do SEF

Ler mais
Recomendadas

Movimento cívico alerta para consequências da exploração de lítio na Serra d’Arga

A ação, promovida pelo Movimento de Defesa do Ambiente e Património do Alto Minho, pretende sensibilizar para a “calamidade da exploração mineira massiva” na serra d’Arga e “parar” um projeto que “põe em causa 20%” daquele território.

Vespa asiática obriga ao encerramento da zona ocidental do Parque da Pena em Sintra

Em comunicado, a Parque de Sintra – Monte da Lua (PSML) explica que a decisão de encerrar a zona ocidental do Parque da Pena, em que se incluiu o Chalet da Condessa d’Edla, surgiu depois de terem sido contactados os serviços de Proteção Civil da Câmara Municipal de Sintra, no distrito de Lisboa.
Comentários