Quer combater o aquecimento global? Plante uma árvore

Um estudo publicado na revista Science, que refere que a forma mais eficaz de lutar contra as alterações climáticas está na reflorestação, insta a que se plantem muitas árvores. Cerca de 1,2 biliões seria um bom número, mas a Tree-Nation garante que seis por mês ajudam a compensar a pegada de carbono num ano.

DR

O relatório publicado na revista Science, “The global tree restoration potencial”, revelou que existe terra suficiente para aumentar a cobertura florestal mundial num terço, sem afetar cidades ou agricultura. Contudo, a quantidade de áreas adequadas vai diminuindo à medida que a temperatura global aumenta. Mesmo que o aquecimento global esteja limitado aos 1.5 graus Celsius, a área disponível para a restauração florestal pode ser reduzida num quinto até 2050, devido às temperaturas demasiado altas para algumas florestas tropicais.

Isso significaria plantar 1,2 biliões de novas mudas, um número quatro vezes maior do que a totalidade de árvores que vivem na floresta amazónica. Calcula-se que existam atualmente no planeta cerca de 3 biliões de árvores, refere a “BBC”. Em termos práticos, se uma área do tamanho dos Estados Unidos fosse restaurada com florestas teria o potencial de apagar quase 100 anos de emissões de carbono.

Ecosia: o rival da Google já plantou 73 milhões de árvores no mundo mas recusa plantar eucaliptos

Mas se calhar nem é preciso irmos tão longe. De acordo com os dados do Eurostat, em Portugal, cada pessoa produz, anualmente, uma média de seis toneladas de CO2 por ano. Na Europa, a média ronda as nove toneladas. Estas emissões são produzidas principalmente pelo setor dos transportes, da industria, da energia e outras atividades.  No entanto, com a plantação de apenas seis árvores é suficiente para que consigamos compensar o dióxido de carbono que produzimos em território luso.

A plataforma Tree-Nation já plantou um pouco mais de cinco milhões de árvores em quatro continentes com a ajuda de mais de 130 mil pessoas e 2.200 empresas, que juntas partilham o compromisso de ajudar a reflorestar a Terra. Só desde dia 1 de janeiro de 2020, a plataforma plantou mais de 50 mil árvores.

Ao Jornal Económico, Maxime Renaudin, fundador e diretor da Tree Nation, explica que cada utilizador que se inscreva na plataforma tem direito à sua própria floresta, que pode partilhar com outros utilizadores desde de que sejam convidados a que se juntem ao projeto de reflorestação. Cada plantação tem um custo de 10 cêntimos, sendo que o preço varia depois consoante o tipo de árvore.

A plataforma gere atualmente mais de 190 projetos de plantação com 300 espécies, em 33 países de quatro continentes. Entre todas as árvores que constam no portefólio, o eucalipto não surge como uma das opções. Entre o mundo de utilizadores, Portugal consta como o 13º mais aderente ao projeto situando-se atrás da Espanha,  Reino Unido e Itália que formam o top 3.

Coincidindo com o Dia Mundial da Educação Ambiental, que se celebra hoje dia 26, a Tree-Nation quer mostrar que não é preciso muito para poder plantar uma árvore: tanto cidadãos como empresas podem dar o seu contributo para melhorar o meio ambiente.

Na recente conferência das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (COP25, que se realizou em Madrid), os países participantes não conseguiram chegar a acordo na forma como limitam as emissões desses gases de efeito de estufa. As boas notícias são de que, enquanto os governos continuam a não se decidir, os cidadãos podem tomar uma atitude ao plantar árvores.

Relacionadas

Longe do ‘impeachment’, Trump anunciou em Davos que os EUA vão aderir à iniciativa para plantar um bilião de árvores

O presidente dos Estados Unidos participou pela segunda vez na reunião dos líderes mundiais no Fórum Económico Mundial, no mesmo dia em que arranca o seu processo de destituição no Senado.

Lisboa Verde: Mais de 4.500 pessoas plantaram hoje 20 mil árvores na cidade

Mais de 4.500 pessoas plantaram hoje vinte mil árvores em quatro locais de Lisboa, numa iniciativa que marca o arranque da cidade como Capital Verde Europeia 2020, com a ambição de chegar às 100 mil até 2021.

Mais de 350 milhões de árvores foram plantadas na Etiópia em 12 horas

Apesar desta iniciativa, o objetivo está longe de ficar comprido dado que a meta traçada pelo governo etíope seja de plantar 4 mil milhões de árvores para restaurar os solos e reverter a desflorestação no país.
Recomendadas

Treze distritos sob aviso amarelo na quinta-feira devido à chuva e trovoadas

Treze distritos de Portugal continental vão estar sob aviso amarelo na quinta-feira devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes e trovoadas, anunciou esta quarta-feira o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Investigadores portugueses utilizam resíduos florestais para fazer biocombustíveis

Com a sustentabilidade cada vez mais na ordem do dia, cientistas do Centro de Engenharia Biológica da Universidade do Minho procuraram soluções para aproveitar toneladas de resíduos que diariamente aumentam a poluição ambiental.

Católica, BPI e Fundação La Caixa criam observatório dos objetivos sustentáveis da ONU nas empresas portuguesas

Filipe Santos, ‘dean’ da Católica-Lisbon, diz que a ideia passa por “monitorizar a implementação da Agenda 2030 das Nações Unidas através do acompanhamento de um grupo representativo de grandes e médias empresas portuguesas e fazer a publicação de um relatório anual”.
Comentários