Quer saber a velocidade da sua internet? Consulte a plataforma net.mede

Através desta plataforma, os consumidores dos serviços móveis das empresas de telecomunicações conseguem comparar a velocidade efetiva que o serviço regista com a velocidade de internet contratada.

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) renovou esta segunda-feira a plataforma Net.mede (também disponível em aplicação móvel) para que os consumidores dos serviços móveis das empresas de telecomunicações possam comparar a velocidade efetiva que o serviço regista com a velocidade de internet contratada.

A renovação da plataforma permite um “diagnóstico da qualidade das ligações à internet e medir a velocidade de internet”, por via de uma “experiência de utilização mais intuitiva e com novas funcionalidades”.

Para tornar mais fácil o diagnóstico da qualidade das ligações à Internet e medir a velocidade de internet, a ANACOM renovou a aplicação NET.mede e a área reservada My NET.mede. Agora, quando voltar a fazer um teste com a app NET.mede ou consultar os resultados dos testes que realiza com a app, na sua área My NET.mede, irá usufruir de uma experiência de utilização mais intuitiva e com novas funcionalidades, para além de um novo ambiente gráfico.

Em comunicado, a Anacom garante que, agora, é possível caracterizar “de forma mais detalhada” a velocidade da ligação à internet. Também já é possível “personalizar os nomes dos acessos ou equipamentos em que efetua os seus testes [casa, escritório, computador ou tablet ]” e, a partir do resultado do relatório de teste, é possível “comparar o resultado da velocidade de download medida no teste com o valor contratado que indicar”.

A plataforma “Net.mede” foi lançada em 2013, tendo desde então sido realizados pelos utilizadores mais de 3 milhões de testes através deste serviço. A aplicação móvel desta plataforma está disponível para computadores, com sistemas operativos Windows e MacOS, e para smartphones e tablets, com sistemas operativos Android e iOS.

Recomendadas

Segurança na Internet: Mais de metade dos portugueses não se sente devidamente informado

A dinâmica de fazer compras mudou muito nos últimos anos e já não é necessário sair de casa para ver, comparar e comprar produtos. No entanto, muitos consumidores carecem de literacia digital pelo que existem muitas questões quanto às melhores práticas, levando a graves problemas de segurança.

Quercus alerta para riscos de confetis e glitter no ambiente no dia de Carnaval

Os confetis de plástico e os glitter são as principais preocupações para associação ambientalista na noite de Carnaval. Quercus apela para que se opte por opções biodegradáveis ou feitas de papel.

Roubaram-lhe o iPhone? Saiba como recuperá-lo em cinco passos

Suspeita que lhe roubaram o iPhone ou simplesmente não sabe onde o deixou? Descubra como o pode recuperar e evitar que seja utilizado de forma inapropriada.
Comentários