Quidgest quer combater falta de recursos nas TI

O projeto visa o desenvolvimento de competências na área da construção de sistemas de informação e desenvolvimento de software, direcionado a pessoas externas à empresa.

A falta de engenheiros de software é comum em todo o mundo e o mercado exige mais profissionais do que aqueles que estão disponíveis.

De forma a preencher essa lacuna, a Quidgest desenvolveu a “Quidgest_Academy”, um projeto que visa o desenvolvimento de competências na área da construção de sistemas de informação e desenvolvimento de software, direccionado a pessoas externas à empresa.

A diferença fundamental para outras academias similares está “na modelação e geração automática de código, uma tecnologia e metodologia inovadoras que permitem formar talentos em várias áreas de conhecimento, mesmo fora das TI, e acelerar, na ordem das 100 vezes, o processo de desenvolvimento de software”.

A Quidgest_Academy oferece os programas G-Knowledge – Training, Gen_Generation – Incubadora, GENIO_4ALL – Bootcamp e G-Driven Corporate. O G-Knowledge – Training é um conjunto de formações que privilegiam o desenvolvimento de software baseado em modelos, que garantem as skills necessárias para que qualquer pessoa, e não apenas um informático, se torne um full stack developer.

  • O Gen_Generation – Incubadora tem como objectivo potenciar o talento e inovação que as startups trazem para o mercado, oferecendo formação e consultoria especifica para o modelo de negócio da empresa.
  • O GENIO_4ALL – Bootcamp tem como objectivo impactar jovens voluntários e comunidades mais carenciadas, aliando a tecnologia e a educação.
  • O G-Driven Corporate é um programa de formação intensiva, com formadores certificados, destinado a entidades que pretendam capacitar os seus profissionais e os seus planos estratégicos de design thinking, transformação digital, fintech, insurtech, regtech e e-Gov.

No dia 18 de outubro terá lugar um workshop de apresentação desta tecnologia/metodologia, no auditório Quidgest. A 22 de outubro tem início a formação G-Knowledge – Training.

 

Ler mais

Recomendadas

Correia de Campos: “Não houve gestão estratégica para a administração pública em 20 anos”

.Numa altura em que está marcada uma greve nacional da função pública para dia 31 contra a proposta de aumentos salariais do Governo, de 0,3%, o presidente do CES defende que “as preocupações salariais são essenciais”, mas lamenta que elas tenham “dominado em excesso as preocupações da gestão da AP”.

Eurogrupo reúne esta segunda-feira com Orçamento português na agenda

O aprofundamento da União Económica e Monetária, a missão intercalar do FMI e a proposta de política económica para os países da moeda única este ano estão entre os outros pontos de agenda do encontro dos ministros das Finanças da zona euro.

Topo da agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

Christine Lagarde poderá anunciar o início formal da revisão estratégica do BCE depois da reunião de quinta-feira. A semana ser marcada pelo World Economic Forum em Davos e pela época de resultados em Wall Street.
Comentários