PremiumRangel Pharma vai investir mais 12 milhões de euros

Após dez anos de atividade na logística farmacêutica, Nuno Rangel, CEO do Grupo Rangel, revela um plano de investimentos a cinco anos para quase duplicar a área de armazenagem e criar mais 130 empregos em Portugal.

O Grupo Rangel vai investir mais 12 milhões de euros na área de logística farmacêutica nos próximos cinco anos, revelou Nuno Rangel, administrador executivo do grupo, em declarações exclusivas ao Jornal Económico. “Temos um plano para os próximos cinco anos, que será desenvolvido em duas fases de crescimento de infraestrutura, para um total de mais 15 mil metros quadrados de área de armazém. Com isto, perspetivamos investir um total de cerca 12 milhões de euros, nove milhões em infraestrutura, com quase a duplicação da capacidade dos nossos armazéns Pharma em Portugal para cerca de 33.500 metros quadrados, e mais três milhões em equipamentos, tecnologia e inovação”, assegura Nuno Rangel.

O CEO do Grupo Rangel adianta que, “com isto, prevemos também aumentar a nossa equipa pharma, criando cerca de mais 130 postos de trabalho”. “Este investimento pretende consolidar a posição da Rangel Pharma na logística farmacêutica nacional e contribuir para a definição de necessidades e estratégias futuras para o setor da saúde, uma indústria altamente exigente”, garante.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Covid-19: ‘Chef’ Vítor Sobral vai “acender uma velinha a Nossa Senhora de Fátima” para pagar salários

O Grupo Quina emprega cerca de 120 funcionários. Dois restaurantes foram encerrados, outros dois estão a funcionar em regime de ‘take away’, assim como as padarias. Vítor Sobral garante salários neste mês de março, mas não sabe como será no mês de abril.

Novo Banco vende “Rei dos Cogumelos” em plena crise

O Novo Banco, maior credor do grupo Sousacamp, com 49% dos créditos, acordou a venda do maior produtor ibérico de cogumelos ao Core Capital.

Covid-19: Kaeser garante assistência a equipamentos de ar comprimido de hospitais e da indústria

Além de cerca de três mil empresas do setor industrial, em Portugal a Kaeser trabalha com hospitais como o Grupo Trofa Saúde, Hospital Santo António, Hospital de Braga, Hospital de Santa Maria, Hospital de Gaia, Hospitais de Coimbra, Hospitais Lusíadas e Fundação Champalimaud.
Comentários