Recebe pensões, subsídios ou abono? Veja qual é o dia de pagamento

Já foram divulgadas as datas de pagamento dos subsídios sociais e das pensões. A 14 de junho será feita a transferência bancária para quem recebe subsídio de desemprego ou doença, por exemplo.

Com o objetivo de prestar um melhor serviço ao cidadão, a Segurança Social tem uma data fixa mensal para o pagamento dos subsídios sociais e familiares e pensões. O objetivo é permitir um melhor planeamento e uma salvaguarda para os beneficiários, na medida em que sabem exatamente o dia em que recebem. Saiba aqui quais são as datas dos pagamentos:

Junho 2019
PrestaçãoMeio de pagamento
Transferência bancáriaCarta-chequeVale de correio
Prestações Familiares14 de junhoNão aplicável no ContinenteA partir de 14 de junho
Rendimento Social de Inserção21 de junhoNão aplicávelA partir de 21 de junho
Complemento Solidário para Idosos (1)11 de junhoNão aplicávelA partir de 11 de junho
1º Pagamento

Desemprego/ Doença/ Parentalidade

14 de junhoA partir de 14 de junhoNão aplicável
2º Pagamento

Desemprego/ Doença/ Parentalidade

28 de junhoA partir de 28 de junhoNão aplicável
Prestação Social para a Inclusão11 de junhoA partir de 11 de junhoNão aplicável
Ação Social21 de junhoA partir de 21 de junhoNão aplicável
Doença Profissional: Pensões e Subsídios02 de junhoNão aplicávelA partir de 02 de junho
Pensões11 de junhoNão aplicávelA emissão dos vales é efetuada por ordem alfabética a partir do 1.º dia útil de cada mês

1) Pago juntamente com a pensão.

Recomendadas

Tem carro a gasóleo? Vem aí novo aumento na próxima semana

Já a gasolina vai sofrer uma descida pela segunda semana consecutiva.

Premium“A classe média ainda não pode viver em Lisboa”

CEO e fundador da Essentia explica que, apesar de existir uma estabilização dos preços no mercado da reabilitação urbana, os portugueses que chegam ao centro histórico da cidade pertencem à “classe média alta e alta”.

Governo reforça camas para universitários

No âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior, as regiões do país ampliam a oferta de residências.
Comentários