Reclamações por fraude bancária disparam

O número de queixas já levou a que o Banco de Portugal emitisse um “alerta público”. A Procuradoria-Geral da República confirmou ao “Público” a “recepção das cerca de duas dezenas de participações” feitas pelo regulador.

O número de queixas por fraude bancária apresentadas ao Banco de Portugal (BdP) subiu para 60 no ano passado, quando, em 2017, tinha sido de 35, de acordo com os dados divulgados na edição desta quarta-feira do “Público”.

Este aumento já levou o supervisor a emitir um “alerta público” sobre crédito fácil (relacionado com a prática de crimes como usura, burla, fraude fiscal, falsificação, ameaça e extorsão), uma vez que considera uma prática “extremamente lesiva” para os interesses dos particulares.

Além disso, o BdP passou a fazer mais comunicações Procuradoria-Geral da República (PGR), tendo sido realizadas 20 participações. “Cada comunicação pode ter como objeto indícios da prática de diversos ilícitos criminais por várias pessoas”, diz a entidade liderada por Carlos Costa ao mesmo jornal.

Já a PGR confirmou a “receção das cerca de duas dezenas de participações” feitas pelo regulador e adiantou ao diário que, em 2018, registaram-se 284 inquéritos por burla com fraude bancária. No entanto, o Ministério Público assegurou que “nem todas as investigações abertas dizem respeito a concessão de crédito ilegal, sendo provável que estejam em causa factos de contornos diversos”.

Recomendadas

Lista secreta de devedores da banca deverá ser hoje divulgada de forma agregada, sem nomes e créditos individuais

Só deverão ser divulgados dados agregados, não individualizando devedores e respectivas operações dos sete bancos que receberam ajudas públicas nos últimos 12 anos. Valor total de créditos concedidos e valor agregado de perdas deverão ser hoje conhecidos.

Lone Star diz que Novo Banco quer reduzir para metade o rácio de malparado até 2020

O chairman do Novo Banco, Byron Haynes, deu uma entrevista à Reuters, onde diz que quer acelerar a redução do crédito malparado através de vendas e diz que há muito interesse nas duas carteiras que o banco tem atualmente no mercado. Referindo-se aos portfólios Nata 2 e ao Sertorius.

Citigroup aumenta lucros e supera estimativas dos analistas

O total de empréstimos do terceiro maior banco dos Estados Unidos teve um crescimento de 3%, para 617 mil milhões de euros, enquanto os depósitos aumentaram 5%, para perto de mil milhões de euros.
Comentários