Rede europeia e indiana de incubadoras conta com participação de Portugal

O Instituto Pedro Nunes foi convidado por Bruxelas a participar no grupo fundador da EU-India Incubators and Accelerators Network.

O Instituto Pedro Nunes (IPN) é uma das 10 incubadoras europeias convidadas pela Direção-Geral da Investigação e da Inovação da Comissão Europeia para participar no grupo fundador da EU-India Incubators and Accelerators Network, uma rede de incubadoras de alto desempenho, com representantes de várias regiões da Europa e da Índia.

O diretor-executivo de Incubação e Aceleração do IPN, Paulo Santos, participou no lançamento desta iniciativa nos passados dias 8 e 9 de outubro, em Bangalore, na Índia.

Nesse evento as incubadoras europeias e indianas tiveram a oportunidade de criar vínculos, trocar ideias e trabalhar num plano de ação para se envolverem em atividades de cooperação e inovação.UNES

Empresas como a Critical Software, a WIT Software, a Crioestaminal, a Active Space Technologies, a Take the Wind ou a Feedzai já passaram pela incubadora do IPN.

Recomendadas

Como uma ‘startup’ portuguesa vai dar ‘nova vida’ a restos de tecidos de marcas

Com um investimento inicial de 50 mil euros e com o início de vendas previsto para o final de janeiro, o projeto recebeu o nome de “The Thinker and the Sinner”, que na tradução para português resulta em “O Pensador e o Pecador”.

Nove startups portuguesas na corrida a investimento de até dois milhões de euros

A Feira do Empreendedor, organizada pela Associação Nacional de Jovens Empresários, decorre esta quinta-feira e começa com a ronda de investimento WE’BIZ Pitch. A ibérica Conexo Ventures, a britânica Merism Capital e a espanhola Faraday Venture Partners estão disponíveis para desembolsar.

Cork_Empreende pretende criar 20 novas empresas do setor da cortiça

Este projeto tem como principais destinatários os empreendedores com novas ideias de negócio e as novas PME (constituídas há menos de 2 anos) com capacidade de corporizar novos modelos de negócio.
Comentários