Reino Unido com 20 mortos e Escócia desconfina

O Reino Unido registou a morte de 20 pessoas e 2.474 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os últimos dados oficiais, tendo a Escócia confirmado novo levantamento de restrições.

Reino Unido | Getty Images

A chefe do Governo escocês anunciou que, a partir de segunda-feira, as pessoas naquela região poderão socializar em espaços fechados e viajar para o estrangeiro para alguns locais, nomeadamente Portugal, sem a necessidade de fazer quarentena no regresso.

Nicola Sturgeon confessou sentir alguma “emoção” ao revelar o levantamento das regras de distanciamento social dentro de casa ou jardins privados, permitindo um contacto mais próximo entre famílias e amigos.

Este calendário alinha-se assim com o roteiro para Inglaterra do Governo britânico, refletindo uma melhoria da situação epidémica em todo o Reino Unido.

Na véspera tinham sido contabilizadas quatro mortes e 2.357 casos, embora os dados do fim de semana sejam repetidamente mais baixos devido ao atraso no processamento.

Nos últimos sete dias, entre 05 e 11 de maio, a média diária foi de 12 mortes e 2.271 casos, o que corresponde a uma descida de 6,5% no número de mortes e aumento de 12,2% no número de infeções relativamente aos sete dias anteriores.

Desde o início da pandemia, foram notificados 127.629 óbitos de covid-19 num total de 4.439.691 infeções confirmadas no país.

Desde dezembro foram imunizadas 35.587.348 pessoas com uma primeira dose de uma vacina contra a covid-19, das quais 18.088.385 já receberam também a segunda dose, administrada com um intervalo de entre três e 12 semanas.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.306.037 mortos no mundo, resultantes de mais de 158,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.994 pessoas dos 840.008 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendadas

Covid-19. Presidente da República alerta sobre tempo presente “perigosamente egoísta”

O Presidente da República elogiou este sábado o percurso de meio século de liberdade religiosa em Portugal, mas advertiu que se vive “um tempo perigosamente egoísta” e frisou que as preocupações sociais são inseparáveis de uma democracia justa.

Arraial da IL em Lisboa com parecer desfavorável da DGS para atividades que extravasem comício

A Iniciativa Liberal (IL) promove este sábado um “Arraial Liberal” em Santos, Lisboa, com animação e 20 barraquinhas, mas a autoridade de saúde deu parecer desfavorável a todas as atividades que extravasem o comício político, e recomendou distanciamento.
Comentários