Reino Unido e Interpol criam plataforma para combater predadores sexuais

“A nossa mensagem para os predadores sexuais que usam este setor para cometer os seus crimes é: “acabou”, disse a ministra britânica do Desenvolvimento Internacional, Penny Mordaunt.

O governo britânico anunciou esta quinta-feira a criação de uma plataforma, em colaboração com a Interpol, para combater os predadores sexuais que aproveitam as organizações de ajuda humanitária para cometer os seus crimes.

Em comunicado, o Departamento de Desenvolvimento Internacional (DFID) explicou que o objetivo é impedir que predadores sexuais passem de uma organização não-governamental (ONG) para outra.

O projeto, que vai funcionar a partr do sistema da Interpol, surge após vários escândalos de violência sexual que afetaram o mundo humanitário, incluindo a ONG Oxfam e a ONU.

“A nossa mensagem para os predadores sexuais que usam este setor para cometer os seus crimes é: “acabou”, disse a ministra do Desenvolvimento Internacional, Penny Mordaunt, citada no comunicado.

“Temos que mostrar às pessoas que estamos aqui para lhes dar a proteção de que precisam”, acrescentou.

A iniciativa, chamada Sotéria, em honra à deusa grega da segurança, irá funcionar em dois centros, um em África e outro na Ásia.

O projeto piloto tem um custo de 10 milhões de libras (11 milhões de euros), dos quais dois milhões são suportados por Londres.

O secretário-geral da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), Juergen Stock, sublinhou que vai permitir que que a organização cumpra a sua principal missão de proteger “os membros mais vulneráveis da sociedade”.

A ajuda britânica às ONG inclui o acesso a investigadores especializados.

Ler mais
Recomendadas

Cimeira da Ação Climática: o que vai ser discutido e quem vai estar presente?

A Cimeira da Juventude vai acontecer simultaneamente em Nova Iorque e vai incluir um fórum com diversas gerações onde os jovens vão falar diretamente com os principais líderes políticos mundiais.

Secretário de Estado norte-americano modera declarações sobre o Irão

Em visita aos Emirados Árabes Unidos, Mike Pompeo surgiu inesperadamente a tentar fazer baixar a tensão com o Irão. Por outro lado, Abu Dhabi parece estar a testar uma aproximação ao Irão, ao mesmo tempo que se afasta dos sauditas.

Clima: Amazon anuncia campanha para Acordo de Paris ser cumprido 10 anos antes

Jeff Bezos colocou todo o peso do conglomerado da distribuição eletrónica numa campanha para ajudar a cumprir o Acor de Paris com 10 anos de antecedência.
Comentários