Relvas aponta Montenegro como “um dos rostos do futuro do PSD”

Número dois do ex-primeiro-ministro disse que não vai voltar à vida política, mas acrescentou que continua interessado no futuro do país.

Cristina Bernardo

O antigo dirigente do PSD, Miguel Relvas, defendeu hoje que o partido “tem de virar a página” e “apresentar um projeto alternativo” aos portugueses, sublinhando que o atual líder parlamentar, Luís Montenegro, é “incontestavelmente um dos rostos do futuro do PSD”.

À margem de um almoço debate do International Club of Portugal, Miguel Relvas disse aos jornalistas que não vai voltar à vida política, mas continua interessado no futuro do país.

“Eu fechei o meu ciclo na vida política”, afirmou Miguel Relvas à imprensa.

Questionado se vê Luis Montenegro como futuro líder do PSD, Miguel Relvas começou por dizer que a pergunta deverá ser feita ao próprio, mas acrescentou que o líder parlamentar “é incontestavelmente um dos rostos do futuro do PSD.”

Relacionadas

Bónus de 50 deputados para o partido vencedor? PSD sugere modelo grego

Líder parlamentar do PSD defendeu um sistema político que aproxime mais eleitos de eleitores e apontou como exemplo um sistema eleitoral como o da Grécia: ‘bónus’ de 50 deputados ao partido vencedor.
Recomendadas

Presidente da República deve publicar dissolução da Assembleia a 5 de dezembro

Marcelo Rebelo de Sousa deverá publicar a dissolução da Assembleia da República em 5 de dezembro, depois de dar algum tempo ao Governo de apresentar diplomas sobre o combate à pandemia.

Ferro Rodrigues despede-se da AR: “Maior honra da minha vida” foi ser presidente do Parlamento

A despedida do presidente do parlamento foi aplaudida de pé por todas as bancadas.

Rio e Rangel convergem em melhores salários e menos carga fiscal

Redução da carga é apontada por ambos os candidatos à liderança do PSD como instrumento para alavancar a competitividade da economia e permitir aumentos de salários.
Comentários