Repsol cria fundo de investimento de 85 milhões de euros para startups

Fundo ‘Repsol Corporate Venturing’ destina-se a startups que ofereçam soluções de mobilidade avançada, novos materiais, economia circular ou tecnologias digitais aplicadas à exploração de produto e aplica-se no período entre 2016 e 2020.

A Repsol vai investir 85 milhões de euros em startups com o lançamento do fundo ‘Repsol Corporate Vending’, anunciou esta segunda-feira em comunicado a companhia energética espanhola. Este fundo será aplicado entre 2016 e 2020, e pretende acelerar a incorporação de tecnologias e modelos de negócio inovadores.

O fundo de investimento aplica-se às startups que ofereçam soluções de mobilidade avançada, novos materiais, economia circular ou tecnologias digitais aplicadas à exploração de produto. O ‘Repsol Corporate Vending’ conta com a participação de oito startups que se integram nestas áreas prioritárias.

“O novo modelo de Corporate Venture Capital pretende atrair inovação tecnológica e que se possa avaliar de forma ágil o seu potencial”, refere Luís Casado, diretor de Corporate Venturing da Repsol.

No último ano foram investidos sete milhões de euros por este fundo estimando-se que em 2018 aumente para os dez milhões. Desde o mês de janeiro deste ano já foram finalizadas mais de 100 oportunidades de investimento, das quais uma foi levada a cabo e outras estão no seu processo final.

A grande prioridade deste novo modelo é a incorporação rápida de inovação externa aos negócios e práticas industriais da Repsol, sendo para isso necessário “a urgente realização de projetos piloto, que no caso de terem sucesso, serão colocados em prática”,explica Luís Casado.

Recomendadas

Mutualista diz que fusão do Montepio com BCP colide com os interesses dos associados

“O Banco Montepio dispõe de soluções de capital ajustadas às suas necessidades e encontrará o seu próprio caminho de estabilização”, garante a instituição liderada por Virgílio Lima. “Uma fusão desta natureza corresponderia à sua descaracterização, algo que colide com os interesses da Associação e dos associados”, defendem.

Grupo Os Mosqueteiros investe 25,3 milhões para abrir mais seis lojas Intermarché em Portugal

Este investimento irá permitir a criação de 265 novos postos de trabalho de norte a sul do país, asseguram os responsáveis do grupo francês de distribuição.

Tribunal espanhol adia audições dos responsáveis do CaixaBank sobre compra do BPI

Segundo a agência Efe, problemas técnicos impediram a audição telemática do presidente da Criteria e ex-presidente do CaixaBank. O julgamento que está em curso desde 2018 decorre de uma queixa de acionistas minoritários que se sentiram lesados com algumas operações inerentes à compra do BPI em 2017.
Comentários