Respostas Rápidas. Começa hoje a venda de ações da Sonae MC

A Oferta Pública de Venda das ações da Sonae MC começa esta segunda-feira a investidores de retalho e institucionais, com um intervalo de preço entre os 1,40 e os 1,65 euros. A entrada em bolsa está planeada para dia 23 de outubro.

Qual o valor das ações da Sonae MC?

As ações da Sonae MC serão vendidas a um preço entre os 1,40 e os 1,65 euros na Oferta Pública de Venda (OPV), de acordo com o prospeto da operação enviado na quinta-feira à noite pelo grupo à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). O montante traduz-se num valor base da oferta entre 304 milhões e 359 milhões de euros.

Como é definido o valor final?

A oferta será de até 217,36 milhões de ações ordinárias existentes no capital social da Sonae MC, SGPS, através de uma oferta pública a investidores qualificados e não qualificados em Portugal, bem como uma oferta particular internacional a certos investidores institucionais em outras jurisdições. O valor final será definido consoante a procura de investidores nacionais e internacionais pelos títulos.

Quem é que pode comprar os títulos?

A oferta será de até 217,36 milhões de ações ordinárias existentes no capital social da Sonae MC, SGPS,  através de uma oferta pública a investidores qualificados e não qualificados em Portugal, bem como uma oferta particular internacional a certos investidores institucionais em outras jurisdições. Após a publicação do prospeto, a empresa irá começar, já na segunda-feira, a oferta pública, sendo que espera que a oferta de retalho termine a 17 de outubro e a oferta institucional no dia seguinte. No entanto, as partes para uns e outros são diferentes.

Ao retalho, a oferta será de até 50 milhões de ações, todas da mesma categoria, que representam até 5% do capital social. A alocação de ações à oferta institucional e à de retalho poderá estar sujeita a acordos de claw-back ou claw-forward. Ou seja, dependendo da procura a Sonae MC pode realocar até 25 milhões ações da oferta de retalho à institucional reduzindo a dimensão da primeira.

“Quaisquer ações não adquiridas na oferta de retalho até ao fim do período da oferta poderão ser adquiridas na oferta institucional”, explica a empresa.

Quais os direitos associados às ações?

No prospeto, a Sonae MC que “cada ação confere o direito a um voto em todas as assembleias gerais de acionistas”.

“Não existem restrições aos direitos de voto. Todas as Ações conferem todos os direitos a dividendos”, refere.

Quando e como é que a Sonae MC entra em bolsa?

A ações serão admitidas à negociação na Euronext Lisbon a 23 de outubro, com o ticker SONMC. A Sonae SGPS pretende manter a posição de acionista maioritária da Sonae MC e revela que “é expectável que o montante de free float da Sonae MC corresponda a 21,74% antes do exercício da opção de over-allotment e a 25% caso a opção de over-allotment seja exercida na totalidade”.

Qual é a política de dividendos?

A distribuição de dividendos é decidida e aprovada pela Assembleia Geral de Acionistas. “O nosso Conselho de Administração é da opinião de que a política de dividendos da Sociedade deve ter como alvo um rácio de pagamento de dividendos de aproximadamente 40-50% do lucro líquido ajustado a itens não-recorrentes”, explicou a Sonae MC.

Qual será a valorização da Sonae MC?

A avaliação da empresa deverá situar-se entre os 1,4 mil milhões de euros e os 1,65 mil milhões de euros. Considerando o valor mais elevado do intervalo das ações, a Sonae MC poderá vir a ser a décima empresa com maior capitalização de mercado no PSI 20, ligeiramente abaixo da casa-mãe Sonae, que tem atualmente uma capitalização de mercado de 1,78 mil milhões de euros.

Caso as ações sejam vendidas a 1,65 euros, a Sonae MC ficará acima dos CTT, que passariam para o 11º lugar do índice que conta atualmente com apenas 18 cotadas. O valor poderá, no entanto, ainda ser revisto em alta já que será estabelecido pela procura. Numa nota de research publicada no verão, os analistas do Haitong apontavam para uma capitalização de mercado de 1,8 mil milhões de euros.

Qual será o encaixe financeiro?

A receita bruta estimada pela Sonae MC para a oferta – assumindo o valor mais elevado do intervalo de preço – é de 358,6 mil milhões de euros. No entanto, a empresa aponta também despesas na ordem dos 14,6 mil milhões de euros. Em termos líquidos, o encaixe financeiro esperado é de 344 mil milhões de euros.

O que é a Sonae MC?

A sociedade é composta por diferentes linhas de negócio, incluindo de retalho alimentar: Continente, Continente Modelo, o Continente Bom Dia, Continente online (e-commerce) e o Meu Super, assim como formatos adjacentes como a saúde e bem-estar com a Well’s e o Go Natural, o Bagga, o Note!, o ZU e a Maxmat. Inclui ainda a gestão e operação dos ativos imobiliários de lojas próprias de diferentes formatos e marcas, sendo 49% dos imóveis por si detidos, à data de 30 de junho de 2018.

Que lucros tem?

No primeiro semestre do ano, a Sonae MC – que sofreu uma reestruturação em relação à antiga Sonae Investimentos – registou um lucro atribuível a acionistas de 38,4 milhões de euros (mais 11% que no semestre homólogo ainda com a antiga estrutura). O EBITDA subiu 4,3% para 55,1 milhões de euros.

Quem são os atuais acionistas?

A 30 de junho de 2018, a Sonae, SGPS detinha direta e indiretamente 100% da Sonae MC. Por sua vez, a Efanor Investimentos, SGPS (e respetivas subsidiárias) detinham 52,48% do capital social da empresa-mãe e nenhum outro investidor detinha mais de 10% do capital social e direitos de voto da empresa.

Quem são os envolvidos na operação?

O Barclays, o BNP Paribas e o Deutsche Bank atuam como Joint Global Coordinators da Oferta e Joint Bookrunners da Oferta Institucional juntamente com o Banco Santander, o CaixaBank BPI e o CaixaBI. O Haitong Bank, a JB Capital Markets e o Mediobanca atuam como Co-lead Managers. O CaixaBI e o Millennium Investment Banking atuam como Joint Lead Managers e Joint Bookrunners da Oferta de Retalho.

Ler mais
Relacionadas

Sonae MC vai entrar em bolsa a valer até 1,65 mil milhões

O grupo anunciou esta quinta-feira à noite que irá vender ações, a partir da próxima segunda-feira, entre os 1,40 e os 1,65 euros. Entrada em bolsa acontece a 23 de outubro.

OPV: Ações da Sonae MC vão custar entre 1,40 e 1,65 euros

Prospeto foi enviado esta quinta-feira pelo grupo à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A data expectável de admissão à negociação e do primeiro dia de negociação incondicional das ações no Euronext Lisbon é 23 de outubro de 2018
Recomendadas

Wall Street ganha mais de 2% impulsionado por resultados

Banca, tecnologia e saúde foram os setores que mais puxaram pelos principais índices norte-americanos.

Paul Singer, CEO da norte-americana Elliott Management, compra 2,29% da EDP

A Elliott Management é conhecida por investir em ‘distressed assets’, e o histórico da gestora passa pela aposta na quedas das ações da PT em 2014 e uma longa luta para recuperar o investimento em obrigações Argentinas após o ‘default’ de 2002.

Bolsa portuguesa beneficia do otimismo em Wall Street. NOS, Mota-Engil e CTT disparam

PSI 20 encerrou a sessão desta terça-feira a somar 0,92%, para 5.042,74 pontos.
Comentários