Rui Patrício e William Carvalho subscreveram obrigações da Sporting SAD

Recorde-se que os dois atletas rescindiram o contrato com o clube de Alvalade, após os acontecimentos de Alcochete, mas os clubes que os contrataram, Wolverhampton e Bétis de Sevilha, entraram em acordo para o pagamento de verbas de compensação ao Sporting.

Rafael Marchante/Reuters

Rui Patrício e William Carvalho, ex-jogadores do Sporting, revelaram hoje nas redes sociais terem subscrito obrigações da Sporting SAD, a dois dias do fim do prazo.

Recorde-se que os dois atletas rescindiram o contrato com o clube de Alvalade, após os acontecimentos de Alcochete, mas os clubes que os contrataram, Wolverhampton e Bétis de Sevilha, entraram em acordo para o pagamento de verbas de compensação ao Sporting.

Também hoje um grupo de sócios do Sporting, entre os quais dois ex-presidentes, apelou hoje à subscrição do empréstimo obrigacionista de 30 milhões de euros (ME), que consideram vital para o cumprimento das obrigações leoninas. dois ex-presidentes.

Num manifesto, subscrito por mais de 20 sócios que se têm destacado na vida do clube, entre os quais José Roquette e Filipe Soares Franco, são apresentadas cinco razões para subscrever obrigações, disponíveis no mercado até quinta-feira.

O documento destaca a importância de o clube cumprir as suas obrigações, lembrando que a operação em curso servirá para fazer face ao reembolso de um empréstimo obrigacionista que venceu em maio e cujo reembolso foi adiado para 26 de novembro.

Os signatários, entre os quais figuram antigos dirigentes como Miguel Salema Garção, Ernesto Ferreira da Silva e Tomás Froes, destacam a taxa de juro de 5,25% “claramente acima do prémio que o Sporting deveria pagar” e o facto de a equipa de futebol ocupar o segundo lugar na liga portuguesa e estar a um ponto da qualificação para os 16 avos de final da Liga Europa.

No manifesto é ainda referido o facto de o Sporting ter apresentado bons resultados no trimestre entre julho e setembro, e são antecipados bons resultados para o último trimestre do ano, devido ao acordo com Rui Patrício, e ao previsto com Gelson Martins.

Ler mais
Recomendadas

Neymar é o último da lista. Estes seis jogadores não escaparam ao fisco espanhol

As autoridades tributárias de Espanha exigem ao jogador brasileiro 35 milhões de euros, por alegadas irregularidades fiscais aquando da sua passagem pelo FC Barcelona.

Anomalia no sistema de rega obriga Benfica a mudar relvado do Estádio da Luz

O clube da Luz assegura que o novo tapete estará em “plenas condições” para receber o Paços de Ferreira na primeira jornada do campeonato, no dia 11 de agosto.

Do “Shark Tank” à digitalização do futebol. Startup do Porto quer transformar relação entre adeptos e clubes

“A ideia é trazer para o mundo de futebol alguns aspetos de personalização da relação entre o clube e o adepto”, afirmou o diretor executivo da Lapa Studio, Fernando Freitas, ao Jornal Económico.
Comentários