Ryanair: “Há cinco anos que aguardamos novidades sobre o Montijo e não vemos o dia em que o novo aeroporto possa abrir”

“Abram lá esse aeroporto, porque isso é uma questão mesmo urgente, e nós, na Ryanair voaremos para lá”, garantiu o CEO da Ryanair, Michael O’Leary, durante o Webinar “Haverá retoma sem transporte aéreo?”, promovido pelo JE e pela consultora BDC, explicando que “estamos à espera de receber uma encomenda de 120 novos aviões, para começarem a voar nos verões de 2021 e 2022 e por isso queremos colocar uns 20 ou 30 aviões desses a voar para Portugal”

Michael O’Leary, CEO da Ryanair

“Sobre o Montijo, há cinco anos que aguardamos novidades sobre essas obras e não há forma de vermos o dia em que o novo aeroporto do Montijo possa abrir, apesar de já haver lá um aeroporto”, comentou o CEO da Ryanair, Michael O’Leary durante o Webinar “Haverá retoma sem transporte aéreo?”, promovido pelo JE e pela consultora BDC.

O’Leary integrou o painel “Presente e futuro do setor”, moderado pelo diretor-adjunto do Jornal Económico, Shrikesh Laxmidas, em que participarem igualmente António Moura Portugal, advogado da DLAPIPER e diretor-executivo da RENA, Eugénio Fernandes, CEO da euroAtlantic Airways, Miguel Frasquilho, Chairman da TAP e José Luís Arnaut, Chairman da ANA – Aeroportos de Portugal.

“Abram lá esse aeroporto, porque isso é uma questão mesmo urgente, e nós, na Ryanair voaremos para lá”, garantiu Michael O’Leary, explicando que “estamos à espera de receber uma encomenda de 120 novos aviões, para começarem a voar nos verões de 2021 e 2022 e por isso queremos colocar uns 20 ou 30 aviões desses a voar para Portugal, mas neste momento não temos aeroporto para aterrar perto de Lisboa, porque a TAP continua agarrada a esse mercado”.

No conjunto das propostas que dirigiu ao mercado português, Michael O’Leary pediu aos responsáveis portugueses que “desçam as taxas aeroportuárias, abram o aeroporto do Montijo, retirem à TAP os slots que essa companhia não vai utilizar e redistribuam esses slots às companhias aéreas que precisam deles, poupem os três mil milhões que vão enfiar na TAP e todos nós, companhias de aviação, todos unidos, conseguiremos promover uma retoma muito vigorosa do trafego aéreo para Portugal no verão e no inverno de 2021, de forma a que o mercado português possa liderar a retoma do transporte aéreo de passageiros na Europa, deixando para trás a crise da Covid-19”.

O’Leary despediu-se com um “Obrigado”, em português.

Recomendadas

PremiumJoão César das Neves: “Temos de pôr dinheiro no bolso das pessoas”

O economista César das Neves diz que o Plano de Recuperação é o “do costume”, dedicado a construção e burocracia, que se irá traduzir num “crescimento medíocre”. Defende a extensão das moratórias e alerta para o desafio da solvabilidade das empresas.

OMS denuncia desigualdades nas vacinas. Países ricos receberam 81% das doses

Enquanto que os países mais ricos já receberam mais de 80% das vacinas, os países com menores rendimentos só acumularam 0,3% das doses.

Governo espera receber “primeira tranche” do PRR “durante o verão”

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirmou esta sexta-feira que o Governo mantém a expectativa de receber “primeira tranche” do financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) “durante o verão”.
Comentários