SAD do FC Porto encaixa até 50 milhões com novo adiantamento de receitas televisivas

A SAD do FC Porto encaixou nesta segunda-feira 30 milhões de euros com uma nova emissão de obrigações pela Sagasta, envolvendo a cedência de receitas futuras de direitos televisivos, e podem entrar mais 20 milhões em janeiro.

A SAD do FC Porto encaixou nesta segunda-feira 30 milhões de euros com uma nova emissão de obrigações pela Sagasta, envolvendo a cedência de receitas futuras de direitos televisivos, e podem entrar mais 20 milhões em janeiro.

Em causa está a alteração aos termos e condições da operação de titularização de créditos denominada ‘Dragon Finance n.º 1’, que tem a Sagasta Finance – sociedade de titularização de créditos – como emitente, realizada em 24 de maio de 2018, e que teve como objeto a titularização dos créditos decorrentes do contrato de cessão de direitos de transmissão televisiva dos jogos no Estádio do Dragão, a contar para a primeira Liga, entre a SAD portista e a Altice, segundo o comunicado disponível na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A operação de maio do ano passado permitiu um encaixe de 100 milhões de euros aos cofres dos ‘azuis e brancos’ e a alteração hoje anunciada “teve por objetivo a prorrogação da maturidade média prevista aplicável às obrigações titularizadas emitidas em 24 de maio de 2018”, lê-se no documento.

Esta alteração implica a “correspondente emissão de obrigações de titularização adicionais pela Sagasta no montante de 30 milhões de euros adicionais na presente data e no montante máximo de 20 milhões de euros adicionais em janeiro de 2020, a título de acréscimo do preço de compra e venda dos créditos”, especificou a SAD do FC Porto.

Recomendadas

Mourinho explica porque viveu em hotel em Manchester: “Não queria lavar a roupa e não sei engomar”

“Tinha que lavar a roupa, e eu não quero. Não sei engomar. Tinha de cozinhar e depois as minhas refeições seriam sempre ovos mexidos com bacon porque é a única coisa que sei fazer”, disse o treinador português antes do embate entre o Tottenham e o seu antigo clube, o Manchester United.

Marcelo Rebelo de Sousa diz que é lógico condecorar Jorge Jesus

“Já verifiquei que todos os outros treinadores [José Mourinho e Manuel José] que venceram competições comparáveis àquela que venceu Jorge Jesus, todos foram condecorados, portanto é lógico que Jorge Jesus venha a ser também condecorado”, referiu o Presidente.

Lionel Messi vence a bola de ouro pela sexta vez

Eleito por seis vezes o melhor jogador do mundo, o argentino leva vantagem no confronto direto com o português e capital da seleção nacional, Cristiano Ronaldo.
Comentários