PremiumSaiba quem são os 13 vencedores do leilão de energia solar. Investidores vêm de seis países

Empresas de seis países ganharam lotes, segundo a lista obtida pelo Jornal Económico. Governo elogia preços baixos, mas setor teme falta de rentabilidade.

Espanha é o grande vencedor do leilão de energia solar em Portugal. Entre as 13 empresas vencedoras, o maior número vem do outro lado da fronteira, quatro no total e que conquistaram 337 megawatts (MW) dos 1.150 MW atribuídos. Segue-se França (520 MW) e Portugal (57 MW) com três empresas cada uma. Alemanha (18 MW), Estados Unidos (50 MW) e Reino Unido (168 MW), contam com uma empresa cada, segundo as informações obtidas pelo Jornal Económico.
A Iberdrola é a grande vencedora deste leilão em termos de lotes, conquistando cinco dos 22 lotes atribuídos, onde vai ter a possibilidade de instalar 149 MW.

Também de Espanha vem a Prodigy Orbit, empresa detida pela Solaria Energia Generacion Renovable, que conquistou quatro lotes com 49 megawatts.

Outra empresa vinda do outro lado da fronteira é a Days of Luck – detida pela Dos Grados Capital, que por sua vez pertence à empresa de investimento espanhola JB Capital Markets. A Days of Luck conquistou um lote com 110 MW.
A quarta empresa espanhola é a Prosolia Renováveis Portugal. Presente nos dois países ibéricos e em França, esta companhia conta com 300 MW já instalados. Neste leilão, venceu um lote com 29 MW.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Sonaecom contesta arresto judicial de ações da NOS detidas em conjunto com as empresas de Isabel dos Santos

Decisão do juiz Carlos Alexandre limita direitos de voto e distribuição de dividendos da Zopt, “holding” detida em partes iguais pela Sonaecom e por empresas controladas pela filha do antigo presidente de Angola.

Tecnológica BOLD faz parceria com Ministério da Economia

Empresa de Bruno Mota vai com a Google Cloud ajudar duas comunidades tecnológicas apoiadas pelo Governo.

BPI antecipa três dias o pagamento de pensões de reforma

O objetivo é contribuir para proteger a população com idade superior a 65 anos, permitindo o levantamento faseado e evitando a aglomeração de pessoas no dia 9 de abril, em que os balcões dos Bancos funcionam apenas até às 13h00. O banco diz que não vai cobrar taxas de antecipação do pagamento.
Comentários