PremiumSaiba quem são os 13 vencedores do leilão de energia solar. Investidores vêm de seis países

Empresas de seis países ganharam lotes, segundo a lista obtida pelo Jornal Económico. Governo elogia preços baixos, mas setor teme falta de rentabilidade.

Espanha é o grande vencedor do leilão de energia solar em Portugal. Entre as 13 empresas vencedoras, o maior número vem do outro lado da fronteira, quatro no total e que conquistaram 337 megawatts (MW) dos 1.150 MW atribuídos. Segue-se França (520 MW) e Portugal (57 MW) com três empresas cada uma. Alemanha (18 MW), Estados Unidos (50 MW) e Reino Unido (168 MW), contam com uma empresa cada, segundo as informações obtidas pelo Jornal Económico.
A Iberdrola é a grande vencedora deste leilão em termos de lotes, conquistando cinco dos 22 lotes atribuídos, onde vai ter a possibilidade de instalar 149 MW.

Também de Espanha vem a Prodigy Orbit, empresa detida pela Solaria Energia Generacion Renovable, que conquistou quatro lotes com 49 megawatts.

Outra empresa vinda do outro lado da fronteira é a Days of Luck – detida pela Dos Grados Capital, que por sua vez pertence à empresa de investimento espanhola JB Capital Markets. A Days of Luck conquistou um lote com 110 MW.
A quarta empresa espanhola é a Prosolia Renováveis Portugal. Presente nos dois países ibéricos e em França, esta companhia conta com 300 MW já instalados. Neste leilão, venceu um lote com 29 MW.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Pandemia foi “catastrófica” para sector dos casamentos mas perspetiva é de retoma plena em 2022

Se o sector pensava que em 2021 teria um descanso face ao ano pandémico enganou-se dado que em janeiro do presente ano a economia voltou a ficar suspensa. “Na verdade, entre 2020 e 2021, foram praticamente 18 meses em que esta indústria esteve quase sempre parada, não digo 100% mas 80% em que não se verificou atividade”, refere o diretor-geral da ExpoNoivos.

Brisa selecionada operadora de autoestradas mais sustentável da Europa em 2021

Concessionária escolhida pela terceira vez no “Global Real Estate Sustainability Benchmark” da holandesa GRESB.

Entra hoje em vigor: descida de dois cêntimos no ISP da gasolina e de um cêntimo no ISP do gasóleo

No total, está prevista a devolução de 90 milhões de euros de receita de IVA aos consumidores. A questão agora é saber se as petrolíferas e gasolineiras vão repercutir este alívio no preço dos combustíveis na bomba.
Comentários