Santander apoia ideias e projetos de universitários. Prémio pode chegar aos 30 mil euros

As candidaturas para o Prémio Santander UNI.COVID-19 decorrem até 8 de junho, sendo os vencedores anunciados em três fases.

O Banco Santander apoia projetos e ideias que contribuam para responder à situação de emergência relacionada com a COVID-19 promovidos por universitários e comunidade académica, no geral.

O Prémio Santander UNI.COVID-19, anunciado esta terça-feira pelo banco, atribui aos vencedores direito a um donativo financeiro que pode chegar ao valor global de 30 mil euros. A verba destina-se à concretização do projeto.

“Este apoio será distribuído por três fases, podendo em cada uma serem selecionados vários projetos, dependendo dos montantes que sejam decididos atribuir a cada um deles”, explica o banco em comunicado enviado às redações.

As candidaturas estão abertas até 8 de junho, sendo os projetos anunciados nos dias 15 de maio, 29 de maio e 18 de junho. As candidaturas submetidas e não selecionadas numa das datas referidas continuarão válidas até ao último dia indicado.

Podem concorrer ao UNI.COVID-19 iniciativas já existentes ou novas ideias a desenvolver, desde que relacionadas com a resposta ao contexto de emergência em que vivemos. Podem candidatar-se pessoas singulares que representem projetos com uma ligação à comunidade académica; grupos de estudantes universitários; entidades coletivas com uma ligação à comunidade académica, por exemplo Associações Académicas; mas também entidades com ou sem fins lucrativos, como start-ups com ligações a uma instituição de ensino superior, nomeadamente numa relação de parceria.

As candidaturas deverão ser efetuadas na plataforma de Bolsas Santander. Embora seja permitido a cada candidato apresentar mais do que uma candidatura, apenas uma delas será apoiada entre os projetos com que concorra.

Ler mais
Recomendadas

Teresa Damásio ao JE: “a formação profissional é um eixo central na reconstrução da Europa”

A administradora do grupo Ensinus volta a ser embaixadora da Semana Europeia da Formação Profissional 2020, que se realiza em novembro, em representação de Portugal.

PremiumGoverno redesenha futuro do ensino superior com instituições e empresas

A aposta passa por CTeSP e mestrados profissionalizantes especialmente orientados para o mercado de emprego. O diálogo academia-empresas é fundamental num futuro cada vez mais tecnológico.

PremiumEuropeia cria Centro de Estudos sobre Privacidade

Formar e informar a academia e a sociedade sobre o tema fundamental da proteção de dados pessoais estão entre os objetivos.
Comentários