Santander Totta investe 5,9 milhões e encerra 2016 com 49 parcerias

O banco faz do ensino superior a principal aposta da sua política de responsabilidade social. A parceria com a Nova SBE é de longa data e materializa-se também no Campus com um edifício a que dá nome.

O Santander Totta veste a pele de “parceiro fundador” do novo Campus da Nova SBE. Os 5 milhões de euros de investimento em Carcavelos dão-lhe direito a ter uma infraestrutura com o seu nome: o Santander Totta Hall. Uma ala do Campus com 10 mil m2, que comporta 30 espaços de ensino, entre salas de aula, gabinetes para docentes e investigadores, e áreas comuns de estudo e investigação.
Parceiros de longa data, a Nova School of Business & Economics e o Santander Totta anunciaram, durante uma visita às obras, a celebração de um novo convénio, que reafirma essa mesma ligação.
No total, são já 50 os convénios que o banco tem atualmente com instituições do ensino superior em Portugal, principal foco do seu investimento na área da responsabilidade social. “Elegemos o investimento no ensino superior como a nossa principal área de atuação. De qualquer forma, queria realçar que temos reforçado a atuação do banco nos temas da sustentabilidade e no apoio à sociedade, desenvolvendo projetos em outros eixos como o ensino básico e secundário, o fomento do bem-estar das comunidades em geral, e o meio ambiente e as alterações climáticas”, realçou Inês Oom de Sousa, administradora do Santander Totta, ao Jornal Económico.

O montante a investir na formação, ensino e conhecimento será idêntico ao do ano passado:cerca de 5,9 milhões de euros, revela-nos a gestora. Segundo o Relatório de Sustentabilidade de 2016, o banco investiu nesse ano 6,8 milhões de euros nesta área, dos quais justamente 5,9 milhões foram para o ensino superior. O exercício encerrou com 49 protocolos com universidades e politécnicos, ao abrigo dos quais foram entregues 975 bolsas e prémios, discrimina o documento a que o Jornal Económico teve acesso.

No plano social, o banco colaborou com mais de 80 instituições sociais e ajudou 7.543 pessoas em iniciativas de apoio à comunidade. Destas, 4.145 pessoas beneficiaram de programas de bem-estar social, 2.882 de programas de educação no ensino básico e secundário e 544 de iniciativas de empreendedorismo e criação de emprego.

Inês Oom de Sousa destaca o empreendedorismo e a inovação, a mobilidade e a empregabilidade como as áreas que concentram grande parte do investimento do banco. Os apoios têm como destinatários tanto projetos próprios como projetos desenvolvidos pelas instituições parceiras, caso do Campus da Nova SBE. Entre as iniciativas criadas pelo Santander Totta há que referir, por exemplo, o programa de bolsas de estágios em PME, ou as Bolsas de Mobilidade, que oferecem intercâmbios a alunos e investigadores em países ibero-americanos.

Recomendadas

Gonçalo M. Tavares vence Prémio Universidade de Lisboa

A obra de Gonçalo M. Tavares está traduzida em praticamente todas as línguas europeias, bem como em, por exemplo, chinês, japonês, árabe, hebraico, hindu, ou crioulo.

Ex-ministro Adalberto Campos Fernandes vai coordenar Ciências da Saúde na Europeia

A Universidade Europeia tem previsto “um forte investimento” na área da saúde, nomeadamente em tecnologia, inovação, capital humano e novos programas, revela a reitora Hélia Gonçalves Pereira.

Portugal Space e Exército estabelecem parceria

O protocolo de cooperação foi assinado no arranque da maior competição mundial de universitários na área aeroespacial que junta em Ponte de Sor 19 equipas, de 13 países europeus.
Comentários