SATA Air Açores e Azores Airlines fecham primeiro semestre com prejuízo de 27,9 milhões

Em conferência de imprensa tida em Ponta Delgada, o presidente do conselho de administração da SATA, António Teixeira, adiantou ainda que o prejuízo da SATA Air Açores, que faz as ligações entre as nove ilhas do arquipélago, foi de 2,5 milhões de euros.

As duas companhias aéreas da SATA registaram no primeiro semestre de 2019 um prejuízo de 27,9 milhões de euros, cabendo à Azores Airlines – que voa de e para fora dos Açores – a maior fatia (25,4 milhões).

Em conferência de imprensa tida em Ponta Delgada, o presidente do conselho de administração da SATA, António Teixeira, adiantou ainda que o prejuízo da SATA Air Açores, que faz as ligações entre as nove ilhas do arquipélago, foi de 2,5 milhões de euros.

“Os resultados obtidos ficaram aquém do esperado”, reconheceu o gestor, atribuindo tal a “fatores externos e circunstanciais” e também uma “consequência da fase de estabilização operacional” em que se encontra o grupo.

Sem uma recapitalização e a “implementação cabal” de várias medidas, admitiu ainda António Teixeira, o grupo SATA “terá sérias dificuldades em apresentar resultados positivos”, o que condicionará um “serviço de transporte aéreo mais eficiente e competitivo”.

Em 2018, a SATA registou um prejuízo de 53,3 milhões de euros, um agravamento de 12,3 milhões face ao ano de 2017.

Na apresentação das contas de então, o presidente da empresa manifestou a intenção de baixar os prejuízos em 2019 para cerca de metade do registado em 2018, o que, hoje, foi já assumido como um “compromisso comprometido”.

Ler mais
Recomendadas

Infraestruturas de Portugal lança concurso público para requalificação do Túnel do Grilo

A verba estimada para esta obra é de 10 milhões de euros, que será destinada para a requalificação da infraestrutura e dos sistemas de segurança do Túnel do Grilo, localizado no lanço Olival de Basto / Sacavém do IC17 – CRIL, em Lisboa.

Tobias C. Pross é o novo CEO da Allianz Global Investors

Tobias C. Pross era até então diretor global de distribuição e trabalha há mais de 20 anos no grupo. Deborah Zurkow sobe a diretora global de investimentos, cargo até então exercido também por Andreas Utermann.

Novo crédito à habitação em setembro soma 915 milhões de euros, diz Banco de Portugal

Em setembro os volumes de novas operações para habitação, consumo e outros fins totalizaram 915, 462 e 284 milhões de euros, respetivamente, avança ao Banco de Portugal.
Comentários