Secretário de Estado não validou bilhete no metro de Lisboa? Polémica invade redes sociais

Miguel Cabrita, secretário de Estado do Emprego, saiu da estação de metro encostado a António Costa e as reações nas redes sociais não se fizeram esperar. Mas observando o vídeo com atenção, é possível perceber que o governante tem um bilhete na mão e que o valida.

O vídeo da SIC está a ser partilhado na página do Facebook ‘Justiça à Portuguesa’ e sugere que o secretário de Estado do Emprego não validou o bilhete à saída da estação de metro.

Miguel Cabrita acabou por sair da estação de metro encostado a António Costa. Mas, apesar do que sugere o vídeo à primeira vista, é possível perceber que o secretário de Estado tem um bilhete na mão, e valida a sua viagem.

O episódio teve lugar durante uma ação de campanha do PS que envolveu uma viagem no Metropolitano de Lisboa na terça-feira, 17 de setembro.

 

Assim realmente sai barato viajar nos transportes públicos. Um bilhete dá para dois. Socialistas a ser socialistas.

Posted by Justiça à Portuguesa on Tuesday, 17 September 2019

 

O vídeo tem sido partilhado e comentado nas redes sociais. No video também é possível ver António Costa a picar o seu bilhete, tal como o autarca de Lisboa, Fernando Medina, que entrou antes do primeiro-ministro.

A secretaria de Estado do Emprego está sob a tutela do ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, do ministro Vieira da Silva.

O primeiro-ministro e a comitiva socialista viajaram entre as estações da Reboleira, concelho da Amadora, e a de Pontinha, Lisboa. Antes, tinha viajado no comboio da CP entre Rio de Mouro, concelho de Sintra e a Reboleira, onde iniciou a viagem de metro.

As viagens nos transportes públicos serviram para o primeiro-ministro abordar a situação nos transportes públicos em Portugal. A comitiva incluía os autarcas socialistas de Sintra, Basílio Horta, da Amadora, Carla Tavares, de Odivelas, Hugo Martins, e de Lisboa, Fernando Medina.

Durante a viagem de metro, os jornalistas ficaram de fora, por o primeiro-ministro querer ouvir os utentes sem microfones por perto, segundo a SIC.”As pessoas mostram muita satisfação com os novos passes, insatisfação com o facto de haver poucos comboios”, disse António Costa.

No final da viagem, o primeiro-ministro enunciou os vários investimentos previstos para os transportes públicos. “Estamos a investir para melhorar a oferta, estão feitos concursos para o alargamento da rede de metro do Porto, alargamento da rede de metro de Lisboa. Foram lançados concursos para a aquisição de 22 novas composições para a CP. Abrir um concurso para a compra de comboios, não é como ir a um stand para comprar um automóvel, leva quatro a cinco anos a virem novos comboios. Agora, temos dezenas de novos comboios parados por falta de manutenção, e a prioridade foi repor capacidade produtiva na EMEF para que possa fazer a manutenção e recuperação dos comboios que estão parados”, disse António Costa.

Recomendadas

Costa pede ao Reino Unido que defina a sua posição “de uma vez por todas”

O primeiro-ministro manifestou-se hoje “preocupado” com o impasse político no parlamento britânico para a aprovação do Brexit e pediu ao Reino Unido, “de uma vez por todas”, para definir o que pretende acordar com a União Europeia.

Diretor executivo de tecnologia da Microsoft escolhido por Siza Vieira para a Transição Digital

O gestor da Microsoft Portugal foi o nome escolhido pelo ministro Pedro Siza Vieira para ocupar a nova secretaria de Estado, que terá como função dar à tecnologia um papel ativo na simplificação de processos.

Só um terço do novo Governo são mulheres

Radiografia à orgânica do Governo revela entre os 70 elementos do novo governo, 26 são mulheres e 44 são homens. Seriam precisas mais duas mulheres na liderança de ministérios ou secretarias para atingir a meta de 40% de representação.
Comentários