Secretário de Estado não validou bilhete no metro de Lisboa? Polémica invade redes sociais

Miguel Cabrita, secretário de Estado do Emprego, saiu da estação de metro encostado a António Costa e as reações nas redes sociais não se fizeram esperar. Mas observando o vídeo com atenção, é possível perceber que o governante tem um bilhete na mão e que o valida.

O vídeo da SIC está a ser partilhado na página do Facebook ‘Justiça à Portuguesa’ e sugere que o secretário de Estado do Emprego não validou o bilhete à saída da estação de metro.

Miguel Cabrita acabou por sair da estação de metro encostado a António Costa. Mas, apesar do que sugere o vídeo à primeira vista, é possível perceber que o secretário de Estado tem um bilhete na mão, e valida a sua viagem.

O episódio teve lugar durante uma ação de campanha do PS que envolveu uma viagem no Metropolitano de Lisboa na terça-feira, 17 de setembro.

 

Assim realmente sai barato viajar nos transportes públicos. Um bilhete dá para dois. Socialistas a ser socialistas.

Posted by Justiça à Portuguesa on Tuesday, 17 September 2019

 

O vídeo tem sido partilhado e comentado nas redes sociais. No video também é possível ver António Costa a picar o seu bilhete, tal como o autarca de Lisboa, Fernando Medina, que entrou antes do primeiro-ministro.

A secretaria de Estado do Emprego está sob a tutela do ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, do ministro Vieira da Silva.

O primeiro-ministro e a comitiva socialista viajaram entre as estações da Reboleira, concelho da Amadora, e a de Pontinha, Lisboa. Antes, tinha viajado no comboio da CP entre Rio de Mouro, concelho de Sintra e a Reboleira, onde iniciou a viagem de metro.

As viagens nos transportes públicos serviram para o primeiro-ministro abordar a situação nos transportes públicos em Portugal. A comitiva incluía os autarcas socialistas de Sintra, Basílio Horta, da Amadora, Carla Tavares, de Odivelas, Hugo Martins, e de Lisboa, Fernando Medina.

Durante a viagem de metro, os jornalistas ficaram de fora, por o primeiro-ministro querer ouvir os utentes sem microfones por perto, segundo a SIC.”As pessoas mostram muita satisfação com os novos passes, insatisfação com o facto de haver poucos comboios”, disse António Costa.

No final da viagem, o primeiro-ministro enunciou os vários investimentos previstos para os transportes públicos. “Estamos a investir para melhorar a oferta, estão feitos concursos para o alargamento da rede de metro do Porto, alargamento da rede de metro de Lisboa. Foram lançados concursos para a aquisição de 22 novas composições para a CP. Abrir um concurso para a compra de comboios, não é como ir a um stand para comprar um automóvel, leva quatro a cinco anos a virem novos comboios. Agora, temos dezenas de novos comboios parados por falta de manutenção, e a prioridade foi repor capacidade produtiva na EMEF para que possa fazer a manutenção e recuperação dos comboios que estão parados”, disse António Costa.

Recomendadas
antónio_costa_silva_partex_4

António Costa Silva defende “pacto entre Estado e empresas”

António Costa Silva, gestor nomeado pelo primeiro-ministro para coordenar os trabalhos preparatórios do plano de relançamento da economia, defende, em entrevista à Lusa, um “pacto entre Estado e empresas” e um “equilíbrio virtuoso” com os mercados.

Costa Silva: Plano de recuperação económica deverá ser entregue no final do mês

O plano de recuperação económica terá “cerca de nove ou 10 pilares estratégicos” e deverá ser entregue “no final do mês”, disse António Costa Silva, gestor nomeado para coordenar os trabalhos preparatórios do plano de relançamento da economia.

PSD quer aumentar dedução do IVA com hotéis e hostels para promover férias em Portugal

A medida consta do programa de retoma económica apresentado esta quarta-feira pelo PSD e tem em vista incentivar os portugueses a dar preferência a férias em Portugal e contribuir para uma recuperação rápida do setor que foi fortemente prejudicado pela pandemia da Covid-19.
Comentários