‘SIM Turismo’: ‘app’ quer ajudar a recuperar setor da restauração

A ‘SIM Turismo’ procura (através da implementação de QR Codes nos restaurantes e nos hotéis) facilitar o acesso a menus, promoções e reservas, ao mesmo tempo que contribui para a criação de proximidade com os clientes destes espaços, melhorando a experiência e dando uma resposta mais eficaz às suas necessidades.

A ‘SIM Turismo’ quer aproximar os clientes aos restaurantes, através de uma comunicação digital contínua, que permita facilitar a recuperação do agastado setor da restauração. A pandemia de Covid-19 impôs novos desafios ao setor que, através da digitalização procura recuperar fregueses e reduzir o impacto da crise no setor do turismo.

Desenvolvida pela empresa ‘Message in a Bottle’ em conjunto com a ‘msgFactory’, a ‘SIM Turismo’ procura (através da implementação de QR Codes nos restaurantes e nos hotéis) facilitar o acesso a menus, promoções e reservas, ao mesmo tempo que contribui para a criação de proximidade com os clientes destes espaços, melhorando a experiência e dando uma resposta mais eficaz às suas necessidades.

A estratégia da ‘SIM Turismo’ pretende tirar o máximo partido do SMS Marketing – envio segmentado de mensagens curtas destinadas a comunicar oportunidades, ofertas, atualizações e alertas relevantes para os clientes. Desta forma, será possível recorrer a campanhas de cupões, campanhas de aniversário, uso de questionários, através de ferramentas de som e imagem, que tornam as mensagens mais personalizadas e atraentes para os utilizadores.

Ruben Obadia, diretor-geral da Message in a Bottle, diz acreditar que “esta iniciativa vai permitir explorar o potencial dos negócios de restauração e de hotelaria no nosso país, reforçando a confiança dos consumidores através da comunicação de uma mensagem positiva que acaba por ser a prova de que o sector procura a constante atualização na forma como se relaciona com os clientes.”

De acordo com Filipe Mendes, presidente executivo da msgFactory, “é com orgulho que nos associamos a esta iniciativa, auxiliando com soluções tecnológicas à transformação digital do turismo em Portugal”.

Recomendadas

PremiumConservas querem substituir 200 milhões de importações

Campanha em curso de promoção do consumo de conservas deverá aumentar vendas em cerca de 5%, revela José Maria Freitas, presidente da ANICP – Associação Nacional dos Industriais de Conservas de Peixe, em entrevista ao Jornal Económico.

Lucro da petrolífera Saudi Aramco cai 50% no primeiro semestre para 19,7 mil milhões de euros

A petrolífera Saudi Aramco alcançou 23,2 mil milhões de dólares (cerca de 19,7 mil milhões de euros) de lucro no primeiro semestre deste ano, menos 50% do que em igual período do 2019, penalizado pela pandemia de covid-19.

Apenas 2,7% das coimas da Autoridade da Concorrência foram pagas desde 2004

Uma das razões para os atrasos são os múltiplos recursos na Justiça, que contribuem para que só uma pequena parte das coimas seja paga.
Comentários