Sindicatos com reuniões marcadas com Governo e administração do Santander Totta

“A intervenção da UGT no processo, que solicitou uma audiência urgente ao Governo, teve já desenvolvimentos: a audiência está confirmada para amanhã, dia 4 de maio”, diz o comunicado dos sindicatos Mais, SBC e SBN.

O Mais Sindicato, o SBC (Sindicato dos Bancários do Centro) e o SBN (Sindicato dos Bancários do Norte) têm já reuniões agendadas para expor a situação dos trabalhadores do Banco Santander Totta e defenderem as suas prioridades: saídas da instituição só por acordo e reformas em detrimentos de rescisões.

O Mais, SBC e SBN “querem resolver o problema dos trabalhadores e acreditam que vão consegui-lo sem guerra e com paz social”, dizem em comunicado demarcando-se assim das manifestações anunciadas pelo Sindicato do Quadros.

Na sequência das medidas decididas na passada semana pelos três Sindicatos dos Bancários da UGT na defesa dos trabalhadores do Banco Santander Totta, foram solicitadas diversas reuniões. “A intervenção da UGT no processo, que solicitou uma audiência urgente ao Governo, teve já desenvolvimentos: a audiência está confirmada para amanhã, dia 4 de maio”, dizem os sindicatos.

“Por sua vez, a administração do banco também respondeu ao pedido dos Sindicatos e a reunião está marcada para quarta-feira, dia 5.

Entretanto, os três Sindicatos aguardam a resposta dos grupos parlamentares com indicação de datas para as reuniões solicitadas, dizem.

Recomendadas

João Rendeiro com bens e fortuna arrestados para pagar dívida ao Estado e BPP

O “Correio da Manhã” avança que serão arrestados milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis. Este arresto visa agregar o valor necessário para indemnizar o Estado e o BPP em 40,5 milhões de euros.

Financiamento custa mais 69% às empresas portuguesas do que resto da União Europeia

Explica o jornal “Público” na edição de domingo que os números do BCE mostram que as empresas portuguesas “pagam mais 380 milhões de euros por ano do que a média dos países da zona euro”

PremiumEmpréstimo da banca faz derrapar injeção do Novo Banco

Injeção é agora esperada para a próxima semana, mas falta parecer de auditores sobre financiamento da banca. Em causa está a necessidade de os bancos garantirem a solidez do Fundo de Resolução.
Comentários